Ancestralidade (Com mp3)



... não existiria o moderno sem o antigo, o novo sem o velho, presente sem passado... Somos herdeiros do tempo...


Ancestralidade (mp3)
Antonio Pereira Apon.


Sala antiga.


Somos filhos dos nossos pais,

Dos pais deles,

Dos pais de nossos avós...

Somos o hoje;

filho do ontem, pai do amanhã;

neto do anteontem,

bisneto, tataraneto de dias idos...

do criacionismo ao evolucionismo,

das raças adâmicas ao genoma,

das cavernas às mega torres,

da pintura rupestre às telas de altíssima resolução,

da roda à nave espacial,

da tração animal ao trem bala,

do fogo ao plasma,

da tocha ao LED,

da válvula ao nano chip,

do ábaco ao tablet,

do telégrafo ao smartphone,

do escambo ao e-commerce.

Do...

Ao...

não existiria o moderno sem o antigo,

o novo sem o velho,

presente sem passado...

Somos herdeiros do tempo,

continuidade de nossos ancestrais;

contínua, idade!



Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. Olá, Apon! Somos uma continuidade... minha família paterna abriu um grupo no face com fotos antigas, postagens de árvore genealógica, nossa, somos somente um grãozinho nesse mundo, resultado de todos que passaram por nossas vidas. e pelo impacto tecnológico e social que passaram. Vem o sentimento de responsabilidade sobre as gerações futuras. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem todos que nos antecederam, nosso mundo novidadeiro e modernoso não seria possível. O hoje não surgiu do nada, de geração espontânea.

      Um abração.

      Excluir
  2. Olá Antonio

    Podemos não saber de onde viemos, nem para onde vamos, mas é imprescindível saber quem somos, a ancestralidade diz muito sobre quem somos.

    Um abraço e ótima semana para você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos a equação de tantas gerações com seus erros e acertos. Aprender com o passado, nos prepara para construirmos um hoje melhor e legarmos um amanhã mais esperançoso.

      Um abração.

      Excluir
  3. Oi Antonio!
    Lindo demais! "Herdeiros do tempo", começo sem fim!
    Somos, estamos,..
    Tenha uma semana muito feliz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos elos de uma cadeia evolutiva que vai dar no infinito. Ontem, hoje e amanhã instigados pelo tempo na construção de uma humanidade melhor.

      Um abração

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Folclore brasileiro em acróstico

Precisa de tinta para escanear?

Anonimato, internet e o anel de Giges

Você não precisa de cerveja para ser feliz

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Amigos não tão virtuais

Pai. Sem ser super, ser “Herói”