O autor



Aqui, você conhece um pouco sobre o professor, escritor e poeta baiano, Antonio Pereira (Apon). Autor desse Site/Blog E do poema: A pedra, que tem sido tão vergonhosamente plagiado na internet.


Antonio Pereira (Apon).

Antonio Pereira (Apon). Professor, escritor e poeta baiano. Graduado em desenho e plástica pela Escola de Belas Artes (UFBA). Lecionei artes, desenho e composição gráfica em escolas públicas e particulares. Fui Diretor do Colégio Estadual Duque de Caxias, que foi também, meu “berço artístico”, onde escrevi meus primeiros versos e com o apoio da professora Silverina Garrido, tive publicado o livro: Espaços vazios (1983). A saudosa e muito querida, professora Neyde Aquino, foi minha grande incentivadora e quem me presenteou com uma visão de arte plural e multifacetada; sem esquecer, os professores: José Abade, Ana Angélica Fonseca, Railda Barbosa, Lígia Amado e tantos outros, que fizeram um “Duque” de qualidade.

Poeta amador, participei do CEPA – Círculo de Estudo Pensamento e Ação, onde integrei a coletânea “Transpoema”, depois, publiquei de forma independente e “despatrocinada” os livros: Essência, Eu poético, versos para... (com CD interpretado por mim) e o CD Palavras mais que palavras (todos com edição limitada). Por ultimo, lancei: Um dedo de prosa e poesia. A arte da vida. Usando o sistema de impressão sob demanda.

Nascido em 29 de abril de 1964 em Salvador, aos 17 anos, perdi a visão do olho direito por conta de um descolamento de retina. Em janeiro de 2005, meu outro olho também foi acometido pelo mesmo problema. Com a retina operada e aguardando o resultado de um transplante de córnea, uso o computador, com um software leitor de tela, para vencer as limitações e seguir criando, dando vida à arte, à poesia que emprestam asas à minha alma.

Meus olhos, já não podem “tocar” as formas nem mergulhar nas cores. Mas aqui, está um pouco do meu trabalho anterior, que trago gravado na retina da alma, na tela das lembranças. E minhas novas criações, fazendo desse Site/Blog, uma síntese do que fiz, do que faço e do que farei. A vida é um convite à superação e renovação constantes, temos que utilizar o instrumental disponível, para construirmos o nosso melhor, viver é fazer, é reescrever o destino, recriar os caminhos, acreditar em si e em Deus, andar na contramão do medo e da dúvida, é sonhar, ter esperança, fé e muita, mas muita vontade e certeza de vencer.

Esse meu poema: A pedra. Circulava como de autor desconhecido ou com o nome de plagiadores. Agora aparece como de Chaplin, Renato Russo, Fernando Pessoa, sem citar a autoria...
O real autor é Antonio Pereira (Apon). Todos os esclarecimentos em:
http://www.aponarte.com.br/2007/08/pedra.html


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. A pedra.....!!!
    Gostaria de parabenizá-lo por este maravilhoso poema.... !!! faço dele hoje, um norte !!!
    onde eu encontra-lo com outra autoria, farei questão de retificar....e dar os merecidos créditos ao verdadeiro autor desta belíssima obra!! " Antonio Pereira"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Eduardo!

      a ajuda de cada amigo leitor é fundamental.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir
  2. OLá Antonio, só hoje, pude ler o teu perfil na íntegra, e conhecer a síntese dos teus trabalhos dentro da literatura e das Artes.
    Mas, o que comoveu-me foi o teu espírito de luta, de superação, de persistência entusiasmada apesar das tuas limitações.

    Um sobrinho meu, filho mais velho de minha irmã, também foi acometido de descolamento de retina. Perdeu também a visão de um dos olhos. Casado, pai, trabalhador, vive a vida com alegria e sem permitir que a limitação o impeça de alcançar dentro das possibilidades, o realizar de sonhos acalentados!
    E, quando for possível,levarei ao meu querido Junior o conhecimento dos teus exemplos que motivam e vivificam!

    Deus te abençoe e muitas felicidades!

    Beijos da Lu...

    ResponderExcluir
  3. Olá Antonio,
    parabéns pelo blog...seu poema A pedra é maravilhoso.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá meu amigo,

    Pelas nossas conversas eu já conhecia um pouco de você, mas ainda assim tive novidades. Fiquei interessada no seu CD Palavras mais que palavras. Como faço para adquirir? Tem como enviar pelo correio? Vamos conversando por email.

    Um abraço dessa amiga que já é admiradora do seu trabalho desde que te conheci
    Boa semana para você! Boa sorte com suas obras literárias

    Leila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Leila.

      Em http://www.aponarte.com.br/2008/08/audio-poesia-versos-para-ouvir.html Você pode ouvir as poesias na internet, ou fazer o download dos mp3 para ouvir em outros dispositivos.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir
  5. Gostaria de parabeniza-lo pelo lindo poema, exclui do blog ate fazer nova formataçao. Obrigada pelos esclarecimentos. Paz e luz!!!!

    ResponderExcluir
  6. Ola caríssimo colega poeta Antonio Pereira, parabens pelos seus lindos poemas. Estou querendo adquirir os seus livros: Essêncio e Um Dedo de Prosa e Poesia. Já tentei pela internet mas não consegui.
    Vivo em Fortaleza-CE. Se for possível eu retirar em uma gráfica aqui ou em Teresina-PI, eu prefiro, pois sai até mais barato.
    Também sou poeta e tenho um blog: gaudenciopoetaleal.blogspot.com onde posto meus poemas. Fico bastante grato se você e quem mais quizer acessarem o nosso blog.
    Que o 2013 seja bastante promissor para você e todos que fazemos a cultura da paz atraves da poesia.
    Um grande abraço
    Gaudêncio Leal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gaudêncio.

      Obrigado por sua visita, gentil comentário e interesse por meus livros: Pretendo lançar a segunda edição de Essência ainda essa semana, também na internet, no sistema de impressão sob demanda como O Um dedo de prosa e poesia. Mas aí em Fortaleza, na Avenida Antônio Sales, nº 2.343, no bairro da Aldeota, já tem uma filial da AlphaGraphics. Não sei se eles podem resolver a venda sem que você precise da internet.

      Um grande abraço e uma boa semana.

      Excluir
  7. Meu amigo

    Não admira que o seu poema seja plagiado, porque adorei...é lindo mesmo.
    E também gostei de conhecer um pouco de si e fiquei impressionada.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  8. Oi Antonio!Lindo seu poema e é uma pena que existam pessoas inescrupulosas que o copiem!Parabéns pelos seus livros e desejo muito sucesso!bjs,

    ResponderExcluir
  9. Um grande abraço atrasado, de feliz aniversário! Que Deus guie seus pensamentos e o abençoe sempre, meu grande e querido amigo, poeta e escritor favorito. Que a saúde, a paz e a harmonia,
    sejam constantes em sua vida. Seja muito feliz. Deixo meu beijo em seu coração, amigo.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  10. Sou a Manuela do Blog (continho_manushe) em que o senhor deixou um comentário.
    Gostaria do seu e-mail para justificar-me sobre um poema seu postado em meu blog que por sinal é muito lindo e parabenizo bela qualificação das palavras com tal poema. E peço também desculpas.

    ResponderExcluir
  11. Estou começando agradecer o carinho
    deixado no meu blog.
    Foi e esta muito importante para mim ,é nessa hora que sabemos
    o bem que nos faz A verdadeira amizade.
    Depois de uma dolorosa espera finalmente fui operada
    a 20 dias e na medido do possível esta indo tudo bem.
    Foi muita espera para quem paga plano de saúde
    na hora do atendimento sofremos para autorizar uma seria cirurgia.
    Durante anos sentindo dor e uma Sensação de abandono,
    e descaso total.
    Agora vem a espera da Biópsia que
    também me deixa pensativa e ansiosa .
    Mas sempre firme na fé a espera de dias melhores.
    Agradeço seu carinho esta sendo muito importante para mim
    nesse momento onde o amor faz verdadeiros milagres.
    A amizade verdadeira nos conduz a esperança.
    Deus abençoe sua vida carinhosamente.

    Evanir.

    ResponderExcluir
  12. "É melhor ter os sentimentos quebrados por um coração de pedra, do que ter a cara quebrada por uma pedrada de um coração sensível." Tarcísio Rocha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre diferenciada pedra. Obrigado por sua visita e comentário.

      Um grande abraço.

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Felicidade e as estações da vida

Precisa de tinta para escanear?

Os pais e a "baleia azul"

Ganhadores. O que faz a diferença

Aprendizado. Reflexões de aniversário

Tempo e amor