A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Chuva ...alheia ao poeta e a rosa, a poesia e a prosa...





Cai a chuva,

Indiferente a tudo e nada:

vida, morte,

azar ou sorte,

palácio, choupana,

amor e ódio,

silêncio, burburinho,

violência, carinho,

tempo que passa

ou deixa de passar.

Apenas cai a chuva:

alheia ao poeta e a rosa,

a poesia e a prosa;

sem sonho,

nem realidade,

projeto ou destino,

lágrimas, risos,

sem riqueza nem pobreza,

doce nem fel.

Apenas chuva,

chuva que cai.



(Postado aqui em 02 DE SETEMBRO DE 2010).



Licença Creative Commons Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon) (Além do nome do autor, cite o link para o site http://www.aponarte.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Leia mais no Apon HP: Mensagens, poesias, artigos, crônicas, humor...

Compartilhe:

2 comentários:

  1. Olá Antônio,

    Poesia, que bom!
    Lufada de ar, ainda, mais fresco, em seu blog.
    Então, aqui, se fala de chuva que cai, e tudo o resto não interessa.
    A chuva é bonita, quando cai, silenciosamente.

    Abraços da Luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luz.

      Poesia é fundamental, mesmo quando em prosa, procuro colocar em meus textos sempre um toque poético.

      A chuva aqui simboliza a força dos elementos da natureza que independem de nós, da nossa vontade. A poesia natural da vida.

      Um abração e bom fim de semana.

      Excluir

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.