A arte da vida. Apon HP

Obrigado por sua visita. Boa leitura!

Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Até...



... Jesus é o nosso "maquinista" e Deus está no controle do destino. Quando as coisas não são como queremos. Tenhamos certeza! São como devem ser...

Antonio Pereira Apon.
Estação Saint-Lazare - Claude Monet.

Quando nascemos, “embarcamos” no trem dessa nossa vida que segue sem tardar. Durante o percurso da viagem, assistimos embarques e desembarques no “vagão dos nossos afetos”, ratificando a nossa condição de literais passageiros, inexorável certeza do estarmos de passagem na brevidade desses instantes. O tempo passa, como a paisagem que foge entre as janelas. Até podemos estimar as chegadas. Mas as partidas… Essas costumam nos surpreender...


Lágrimas e saudades, superlativam emoções. Mas a vida segue. E precisa seguir! O tempo não para. Nosso trem segue sem detença.

Não existe adeus! Um até logo, até breve… Agenda de nossos reencontros na “Estação do Infinito”.

Jesus é o nosso "maquinista" e Deus está no controle do destino. Quando as coisas não são como queremos. Tenhamos certeza! São como devem ser. Parte de um plano maior, que a percepção humana não consegue atinar.


Até algum dia...


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Compartilhe:

6 comentários:

  1. Bom dia meu amigo Antonio, como sempre aqui se lê e se aprende!
    A vida é assim, estamos ora por aqui "no trem" onde tudo é possível, ora por "lá" onde podemos reencontrar os que "desceram do trem" antes de nós.
    A Vida é assim, ainda bem que é assim, felizes dos que creem que nada acaba, continua o aprendizado sem perder "o fio da meada"!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem! ... A vida segue nos dois planos da vida e assim, todos nos reencontramos pelas veredas do infinito, na trilha de nossa evolução.

      Um abração.

      Excluir
  2. Um encontro com a eternidade, com direito a passagem grátis para um encontro memorável...
    Feliz sua reflexão, Antonio!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos seres imortais, mas ainda não conseguimos vivenciar isso plenamente.

      Um abração e bom fim de semana.

      Excluir
  3. Olá, Apon, como vai?
    Esse processo faz parte do desapego do ser humano, compreender que as pessoas se vão, que as coisas são como deveriam ser. A expectativa de um reencontro futuro é reconfortante e apaziguador. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo em paz. A vida segue, transcende. O espírito despe seu corpo para vestir-se de infinito. O corpo é transitório, a alma, eterna.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.