Tempo, temporão, temporal - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Uma boa notícia, é sempre uma notícia boa

Nesses tempos em que sobrevivemos sob um temporal de notícias ruins, onde tudo parece perdido e até a esperança definhar, ameaçada por me...

Tempo, temporão, temporal

Publicado em quinta-feira, 10 de outubro de 2013


Ilustração oficial do blog - Uma rosa vermelha na diagonal, sobre um fractal do por do sol, com o nome Apon em relevo, na parte inferior da imagem. #PraCegoVer

O tempo é a porta, a ponte, a janela,

o porto, o barco, é o mar.

É lugar algum e algum lugar.

Contem, está contido;

é o agora que já foi, o amanhã que logo vai.

É o fio, o tear e o linho,

a parreira, a uva e o vinho.

O grão, a moenda e o pão,

fragmento congelado no porta-retratos,

instantes capturados na película,

ninhos, pássaros, amplidão.

É a lagarta, o casulo, a borboleta,

O pingo, a garoa e a tormenta.

É a agulha, a linha e o bordado;

o natural, o desnaturado...

Rupestre e futurista,

analógico e digital,

profundo e superficial;

barro, silício e grafeno,

atávico, quântico,

pragmático e romântico.

Um Eros versus Thanatos;

Koré, Persephone e Hades.

Plantar e colher,

sorrir e chorar,

flor, abelha e mel,

semente, chão, vergel.

Tempo! Tempo? Tempo...


Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:


2 comentários:

  1. Meu amigo

    Um GRANDE poema...talvez o tempo por vezes se esqueça de ser tempo e passe quase sem dar por ele.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. Oi Antonio,
    Ah, tempo! Ansia do existir!
    Linda poesia!
    Tenha um ótimo fim de semana!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM