As duas faces da mesma porta - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

As duas faces da mesma porta

Publicado em sábado, 17 de janeiro de 2015



... Aqui, apenas estamos. Lá, do outro lado É que somos, resgatamos nossa essência, descortinamos a consciência do ser. Despidos...


Porta.


Uma é chegada, a outra, partida. Duas faces distintas, a mesma porta. Guardam o pretenso começo e o suposto fim, a nossa incompreensão da realidade da vida; a apercepção que o tempo experimentado, é apenas passagem, rito de aprendizado... Nascer e morrer, reencarnar e desencarnar; usual check-in de nossas tantas viagens, nossas idas e vindas entre o finito e o infinito, material e espiritual. Tudo passa. Inclusive nós mesmos! Passageiros de um instante que apelidamos de presente.


Aqui, apenas estamos. Lá, do outro lado É que somos, resgatamos nossa essência, descortinamos a consciência do ser. Despidos do estar, das “importantes” coisas desimportantes que perseguimos em nosso estágio terreno, vislumbramos as reais riquezas que nossos delírios impediram-nos de aquilatar.


Assim, a vida em seu dual estado de espírito, dialético ponto de vista, dicotômico “jogo” de essência e aparência. Ante a inevitável porta das existências.



6 comentários:

  1. Leio "Tirando os sapatos" de Nilton Bonder, excelente obra que nos leva à essa reflexão que você, Antonio, nos propõe. Veja isso: "Em algum momento de nossa viagem, alguém comentou que uma criança de quatro anos se virou para a mãe e disse: -Ninguém sabe o que vem depois, não é? É verdade, ninguém sabe. Porque os caminhos não são feitos de estrada, mas de encontros e de atenção"!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Não existem caminhos prontos, predeterminados, lineares. O nosso caminhar é que vai traçando ponto a ponto a nossa rota nas duas interfaces do existir.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir
  2. É uma pena que raramente nos lembramos que cá estamos para evoluir espiritualmente! Perdemos tanto tempo com coisas sem essência, vazias!
    ...E o que vem depois?
    Felicidades para você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem gente que aparenta imaginar que veio ao mundo a passeio e vive num eterno parque de diversão, completamente apartado da realidade. Mas, sempre chega a inexorável desilusão.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir
  3. Olá, Apon, como vai?
    Vivemos sempre os dois lados da moeda, ambos estão dentro de nós, e esse escolha entre a essência e a aparência parece-me a distância entre a alegria efetiva e duradoura e prazeres efêmeros e vazios. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vivemos no limiar, equilibrados sob a tênue "corda" do tempo.

      Um abração e um bom fim de semana.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.





Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM