Feitos para oxidar?

 

Estão ficando incomumente comuns, as reclamações dos consumidores que perdem seus aparelhos (sobretudo celulares), por problema de oxidação.

 

Tive a ideia de escrever esse artigo, quando levei meu computador para a Assistência Técnica e me deparei com a observação impressa na Ordem de Serviço, alertando que a presença de oxidação não era coberta pela garantia. Graças a "Nossa Senhora dos eletroeletrônicos", a problemática do meu micro foi apenas uma dessas frescurites do Windows conflitando com o drive de vídeo.

 

Acho absurda e intrigante essa prévia "sentença de culpa" do comprador. Isso não pode esconder vícios de fabricação, baixa qualidade de materiais ou degradação pré-existente? Não esquecendo que, na garantia estão produtos novos, normalmente com poucos meses de uso. O usuário é necessariamente o agente causador do problema?

 

Nesses equipamentos estão "embarcadas" cada vez mais, e mais avançadas tecnologias, no entanto, a evaporação do suor ou a alta humidade do ar (como em Salvador), podem jogar tudo no lixo, deixando a "vitima" no prejuízo. Seria bom que alguma entidade de defesa do consumidor ou o Fantástico com seus testes encomendados ao IMETRO, Fizessem uma análise nesses aparelhos para desmistificar esse "ser ou não ser", uso inadequado ou deterioração precoce?

 

Valha-nos "Nossa Senhora da Tecnologia"!!!

 

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon) (Além do nome do autor, cite o link para o site http://www.aponarte.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Leia mais no Apon HP: Mensagens, poesias, artigos, crônicas, humor...

Antonio Pereira Apon

Autor do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Procurando escrever em prosa e verso com a arte da vida.

Postar um comentário

Obrigado por sua visita. Agora que terminou a leitura, que tal deixar seu comentário na caixa de comentários abaixo? Sua interação é muito importante. Obrigado.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Pular para comentários.


Clique na imagem acima para ler uma postagem sorteada especialmente para você.


Clique para ler: A pedra.            Poema de Antonio Pereira Apon.

Clique na imagem do escultor para ler: A pedra. Nosso poema que tem sido plagiado.




Fale conosco.


No Youtube, se ainda não se inscreveu, inscreva-se em nosso canal Apon na arte do viver., clique no sininho para escolher receber nossas notificações, ser avisado(a) dos vídeos novos. E não esqueça de dar seus likes. Conto com você! Obrigado.


Esse e muitos outros vídeos, você também encontra em nosso canal no Dailymotion.