Crônica urbana



... Nessa indolente procissão, dá-se bem o tal ladrão. A autoridade ainda dorme, e até que a polícia acorde, já se deu a danação...


Engarrafamento.


Acorda o dia,

vai dormir a boemia...

Cidade a despertar.

Vão se enchendo as ruas tortas,

o comércio abre as portas,

vida e morte a trafegar.

Carros, ônibus,

bicho, gente...

Sem opção vai de pingente,

o trabalhador carente,

Dependurado no buzú

A Hilux do

ricaço,

presa no engarrafamento em descompasso,

como a lata velha de qualquer plebeu.

Nessa indolente procissão,

Dá-se bem o tal ladrão.

A autoridade ainda dorme,

e até que a polícia acorde,

Já se deu a danação.

Ambulantes ocupando a praça,

pedintes em sua desgraça,

rogando a graça que não vem.

Ali se desaprende na escola pública

Alhures no SUS um a morrer

Acolá outro abortado sem ter ouvida a súplica,

a cidade nada a fazer.

entorpecente, o tráfico,

Encurta a vida de quem tem mente estreita.

Gente, feita estatística em gráfico,

Destino em rota desfeita.

Crepúsculo devorando as horas,

refluxo do tempo,

eclipse da multidão.

Adormecido o dia,

Desperta a boemia...

Cidade a "sonhar".


Lua.


(Postado aqui em 20 de outubro de 2010).



Foto do autor: Antonio Pereira (Apon).


Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que
seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon). E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.



Fale conosco.


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. É meu amigo, triste ver que quase sempre a realidade é essa. Escreveste muito bem...
    Beijos e ótima semana,
    Valéria

    ResponderExcluir
  2. Olá, Antonio. Belissima crônica!Belos escritos nos mostrando a realidade diária. Desculpe a falta! È muito bom estar aqui! Obrigada pelo carinho da visita. Volte sempre! òtima semana. Abraços carinhosos! Lindo fundo musical.

    ResponderExcluir
  3. Muito legal tua crônica!
    Agradeço as felicitações de niver!
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde prezado Amigo
    Venho lhe desejar uma linda semana coberto de muita paz e amor!
    Sua presença é muito importante em meu recanto, por esta razão veio lhe agradecer a sua presença.
    Assim que poder acesse o link
    http://www.mariaalicecerqueira.com/2012/01/degustacao-do-livro-vida-nossa-de-cada.html
    e leia a degustação do meu próximo livro! Vida nossa de cada dia!
    Obrigada de todo o coração!
    Abraço fraterno

    Maria Alice

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo, nossa que emocionante esta postagem ! me senti dentro dela, nesta realidade tão dura, verdadeira e bem descrita... E assim passam os dias, cada um em seu lugar convivendo com a dor e as injustiças... felizmente, somos fortes e carregamos em nosso coração a força que nos faz continuar seguindo : a esperança...
    Lindo demais !

    Um abraço apertado da amiga virtual que muito lhe estima ;)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Acróstico junino

Precisa de tinta para escanear?

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Meio ambiente, ávida vida

Com a palavra, a palavra!

Pernas

Ser feliz é simples. Não complique!