"A serviço do Senhor Jesus"



... é usar um "Santo nome em vão"! Só faltou tocar pagode para superlativar o desrespeito de meter o nome do Celeste Amigo no meio dessa...

Antonio Pereira Apon.


Cerveja.

Pode parecer piada, mas trata-se de um surreal fato verídico:


O título desse texto, estava estampado num adesivo afixado num carro estacionado na porta de um bar com o fundo aberto, tocando em todo volume a "fina flor" da "música brega". Foram horas de vasta "cornografia", uma playlist para chifrudo algum botar defeito.


Isso é que é usar um "Santo nome em vão"! Só faltou tocar pagode para superlativar o desrespeito de meter o nome do Celeste Amigo no meio dessa chifrudice. Não tenho nada contra a "cornitude" de ninguém, mas esse negócio de chifre nada tem a ver com quem serve a Jesus, o mais apropriado para que o cidadão curtisse sua "dor de corno", seria ele pegar seu carro, seu repertório e ir fazer barulho nos "quintos dos infernos".


Vá de retro!!!


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Precisa de tinta para escanear?

Felicidade e as estações da vida

Os pais e a "baleia azul"

Ganhadores. O que faz a diferença

Tempo e amor