Quem doa              

em sábado, 8 de setembro de 2018



... Durante nossa vida, o que não mais nos serve vai para o lixo, ou se serve ainda para alguém, passamos adiante. Com a morte não é diferente; as opções são as mesmas! ...



Antonio Pereira Apon.


Aperto de mãos.

Quem doa um órgão, mais do que um órgão, doa: felicidade, amor, esperança, qualidade de vida, cidadania, dignidade, luz, saúde...


Por que, entregar ao vazio do sepulcro ou às chamas da cremação, a possibilidade de renovarmos vidas semeando sorrisos, multiplicando possibilidades, reescrevendo destinos?


Durante nossa vida, o que não mais nos serve vai para o lixo, ou se serve ainda para alguém, passamos adiante. Com a morte não é diferente; as opções são as mesmas! ... Com relativo acerto, a sabedoria popular diz que “da vida nada se leva”. De fato, Nada de material nos acompanha além túmulo; morrer é justamente o despir a alma, que abandona a vestimenta corpórea, mergulhando no imaterial a caminho de Deus. Não foi a toa que o Cristo disse: “nem carne, nem sangue entrarão no reino dos céus.” O que levamos da vida, é aquilo que fomos capazes de viver. Vamos deixar lembranças, exemplos, saudades, obras... e podemos deixar um coração batendo no peito de um pai que não poderia ver seu filho crescer, devolver a visão a uma mãe ou a um arrimo de família, libertar da diálise aquele jovem que sente seu futuro definhar na dor da incerteza, retirar do “corredor da morte” quem o pulmão ou o fígado já deu o seu ultimato...


Podemos também fechar os olhos como se nada disso nos dissesse respeito; com toda certeza, nunca iremos precisar receber um órgão, nem nosso filho ou filha, nem nossa mãe, pai, irmão... nem mesmo aquele amigo do peito... Essas coisas... só acontecem com os outros!?


27 de setembro, dia do doador de órgãos e tecidos. Leia sobre:




Postado aqui em setembro de 2007.



3 comentários:

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..








Topo