A rosa



... espinhos são os carinhos não feitos, são meros defeitos, o medo imperfeito, a falta do bem. Mas é bela a bela rosa, é poema a flor formosa, tem sorriso de...


Antonio Pereira Apon.



Rosa vermelha.


Bela rosa a vida é,

tem nas pétalas todo o amor

que o orvalho da esperança

vem beijar;

tem no perfume a alegria

de quem não perdeu a poesia,

a doce magia do sonhar.

Os espinhos

são os carinhos não feitos,

são meros defeitos,

o medo imperfeito,

a falta do bem.

Mas é bela a bela rosa,

é poema a flor formosa,

tem sorriso de criança

e encantos de mulher.

Bela rosa é a vida,

vida rosa,

rosa musa,

musa vida.



(Postado aqui em 28 de dezembro de 2010).


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Folclore brasileiro em acróstico

Precisa de tinta para escanear?

Anonimato, internet e o anel de Giges

Você não precisa de cerveja para ser feliz

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Amigos não tão virtuais

Pai. Sem ser super, ser “Herói”