Religião a gosto - A arte da vida. Apon HP
Bom estar com você!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Religião a gosto

Publicado em terça-feira, 31 de julho de 2007

“Deus criou o homem a sua imagem e semelhança”. Numa desastrada “engenharia reversa”, o ser humano, tenta “antropomorfizar” o Criador. A partir de uma leitura parcial, literal e tendenciosa das escrituras, criam-se religiões e seitas no atacado e no varejo, para atender os conceitos, preconceitos e interesses de grupos e/ou pessoas. Assim, ao lado das religiões sérias e respeitáveis, proliferam caricaturas de religião, que pregam uma versão caricata e apequenada da Divindade.

Vejamos:

Tem a “religião longa vida”, vem pronta para consumo, é empurrada goela abaixo sem direito a questionamentos. Aceita-se cegamente e pronto! Raciocinar é coisa do Diabo.

Já as religiões transgênicas, teologicamente modificadas, se adequam ao gosto do freguês.

As religiões “habeas corpus”, são a “salvação” de marginais, viciados e corruptos, supostamente “arrependidos” (até o próximo deslize).

As religiões “advogado”, adotam a velha máxima: “Para os amigos, tudo! Para os inimigos, a lei!”.

Na religião “político”, impera o “é dando que se recebe”, quem não pode dar R$1.000,00, dá 100, 10, vale transporte, a roupa do corpo...

As religiões “imobiliária” garantem luxuosa moradia celeste, com vista privilegiada para o altíssimo.

Nas religiões “feira livre”, a “salvação” vem no grito. Para “Deus e o mundo” ouvir.

Nas religiões “bad boy”, tem castigo até a terceira geração, senhor de exército, Deus vingador... – Não sei porque, de repente me lembrei da inquisição, das cruzadas, guerras santas (?), fundamentalismo, fariseus, sinédrio...

Nas religiões “fashion”, as coisas mudam segundo a mo-da. São também conhecidas como religiões “baile”, “dançam conforme a música”.

Nas religiões “vale-tudo”, “os fins, justificam os meios”, é “com eles, contra eles, por nós”.

Por fim, chegamos às religiões “balaio de gato”, nelas se mistura tudo e mais alguma coisa.

Antigamente “a religião era o ópio do povo”, hoje temos que fazer uma anamnese, para identificar a droga.

Brincadeiras à parte (como dissemos no início), existem muitas religiões sérias que buscam verdadeiramente ser o elo de religação dessa humanidade tão conflitada e materialista, com Deus.
A fé não é incompatível com a razão, alienação não é sinônimo de espiritualidade e quando procurarmos entender Deus, ao invés de temê-lo, encontraremos o endereço perdido (?) da verdade e da paz.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon) (Além do nome do autor, cite o link para o site http://www.aponarte.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Leia mais no Apon HP: Mensagens, poesias, artigos, crônicas, humor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.





Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM