Troca (Com mp3)              

em domingo, 7 de maio de 2017



... ilusão de matar a fome do seu vazio. Destroem-se, morrem de overdose, trocam "sua droga de vida"...


Troca (mp3)
Antonio Pereira Apon.



O grito, pintura de Edvard Munch.


Tem gente

que acha a vida uma droga

e se droga

para fugir

de sua droga de vida

cheia de covardia

e tolos complexos.

Não se aceitam!

Mas aceitam

o hálito Mefisto do vício.

Como ratos

sorvem veneno

na ilusão

de matar a fome

do seu vazio.

Destroem-se,

morrem de overdose,

trocam "sua droga de vida"

por uma droga de morte.



Postado aqui em 27 de setembro de 2010.



Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

4 comentários:

  1. Infelizmente, ouvi uma grande verdade tão intensa que não nos deixa indiferentes... Parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo Antonio, ouvi e li seu texto/poema e digo que, infelizmente está acontecendo demais isso, pessoas que começam no vício das drogas e depois não conseguem mais sair, que pena, que triste fim!
    Abraços apertados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Triste mesmo. Poucos conseguem escapar dessa armadilha das drogas.

      Um abraço.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..









Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...


Topo