Existe vida após a internet? - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!




Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

 

                    Existe vida após a internet?              

     

... a "guerra dos browsers" ganhava as ruas: os amantes do Firefox atacavam os adoradores do IE, que perseguiam os devotos do Chrome... Era rede social contra rede social...


Antonio Pereira Apon.


Digitação.


21 de dezembro de 2012. Como de costume, João estava lá em frente ao seu computador:


Tuita daqui, dihitta dali, bloga acolá, curte no Facebook... Em toda parte, só se fala no chabú do apocalipse, o mundo não acabou! Deu tilt nas previsões maias, pifou o armagedom. Repentinamente, um apagão! A princípio se pensou que fosse um desses tão comuns no Brasil, ao qual o eufemismo governamental prefere apelidar de "interrupção temporária". Mas quando a luz voltou, a realidade era sinistra: blackout global! E a internet? Parou, morreu, escafedeu-se!!!


Foi um arerê geral, um sururu pra baiano algum botar defeito. Tuiteiros ortodoxos acusavam uma conspiração política internacional, orquestrada por blogueiros fundamentalistas. ICQuianos xiitas acusavam a Al-qaeda...Enquanto dihittianos pediam moderação, a "guerra dos browsers" ganhava as ruas: os amantes do Firefox atacavam os adoradores do IE, que perseguiam os devotos do Chrome... Era rede social contra rede social, atiradores de roteadores, arremessadores de modens... O Movimento dos Sem Internet insuflava Orkut contra Facebook, Wordpress contra blogger, Google contra Bing e Yahoo...


A caça aos culpados não parava, a "inquisição" internética acendia as fogueiras do ódio. O mundo conflagrado caminhava para o fim. Foi quando nosso amigo João tropeçou, caindo sobre um grande teclado, pressionando a tecla delete. Ecoou aquela risada do "Thriller" do Michael Jackson e iniciou-se uma contagem regressiva: 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1...


Uma voz:


- João, acorda! Vai pra cama, menino! Você pegou no sono em cima desse teclado. Desliga logo esse computador!



Postado aqui em 11 de fevereiro de 2011



   
 
 

26 comentários:

  1. Muito BOOOMMMM!

    Gostei dessa linguagem...

    Perfeito o texto.

    Abração!

    ResponderExcluir
  2. Que bom você ter gostado. Adoro "jogar" com as palavras e "fazer uma salada" do surreal com a realidade.
    Obrigado pela leitura e comentário.

    ResponderExcluir
  3. olá guri!
    adorei a "guerrinha" ai
    muito criativo seu modo de escrever

    bjo grande

    ResponderExcluir
  4. Procuro sair do lugar comum, fazer um jogo entre o real e o imaginário, brincar com as palavras.

    Obrigado pela visita e comentário, sobretudo pelo "Guri". KKKK...

    Um abração.

    ResponderExcluir
  5. Menino, não posso nem sonhar em viver mais sem essa tal da internet mais, principalmente o blog. rsrs... Essa semana quase tive um ataque com o tal de aviso de vírus nos blogues.rsrs.

    Bom fim de semana pra você amigo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Juliana!

    De fato, a internet já faz parte da nossa rotina. Fica estranho quando ficamos sem ela. Coisas da modernidade.

    Um abração e bom fim de semana para você também.

    ResponderExcluir
  7. A internet aproxima no virtual e afasta no mundo real. Mas também nos permite sonhar, tomar ciência dos fatos, aprender. E ainda inspira textos excelentes, como o seu.

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde Marilene!

    "A internet aproxima no virtual e afasta no mundo real". Não necessariamente. Precisamos saber gerir nosso tempo no real e no virtual e tirar o melhor dos dois mundos.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  9. Olá António,

    Mas que guerra!
    Mas, ela existe mesmo.
    Há por aí tanto joão!
    Bom fim de semana.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  10. Oi Antonio...
    Que seria de nós sem a internet...ainda bem que só foi um sonho de João...ou melhor pesadelo...rs...
    Semana passada a maioria dos blogs estava com alerta de malware... deixando a blogosfera em pânico...imagina o caos se desaparecer toda a internet...
    Beijos!
    San...

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Luz!

    Se há! São guerras reais e virtuais, reveladas ou ocultas. Coisas de um bicho chamado humano.

    Um abração cheio de paz. Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde Sandra!

    Hoje a internet é uma ferramenta fundamental, cada vez mais presente nas nossas vidas. O fim dela seria algo complicado.

    Um abração e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  13. OLÁ QUERIDO AMIGO E QUASE TOP,

    Adorei o teu comentário em meu blogue.
    Esta poesia tem despertado sensações, ai se tem!
    Ainda bem, porque eu gosto de dar prazer, através da escrita, aos meus leitores, o que está acontecendo.
    Se quiseres, volta ao meu blog, para leres alguns comentários bem sentidos, assanhados, mesmo.

    TOP BEIJOS DE LUZ.,

    ResponderExcluir
  14. Existe!!!!! Aproxima-nos mas também nos apaga a consciência… Um abraço António

    ResponderExcluir
  15. Olá António,

    Passei pra lhe deixar um abraço e desejar-lhe um excelente domingo.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  16. O tempo passa, mas tudo nos parece tão atual!
    Amei ler aqui!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Olá, Tonico!

    Quem é essa tal de "LUZ" -rs? Sempre em seu blog, no antigamente, mas "recordar é revisitar, reviver", como você escreveu em cima.

    Ainda bem que foi só um sonho do João, que adormeceu sobre o teclado e k "guerra" ali se gerou! Entendi e já ouvi falar de alguns termos, mas de outros, não. Tu, depois, me explicas.

    As pessoas já me estavam estranhando por aqui, mas fizemos férias um do outro, ou melhor, fui eu quem pedi, sugeri las vacaciones. Verdad?
    Já estamos de volta e agora com toda a garra. Allons-Y!

    Beijinho com imensa saudade (10 dias é mto tempo pra gente-rs)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em gênero número e grau. Chega desse hiato.

      Essa Luz, se apagou, desapareceu, transmutou.

      Tem termos que já nem mais se usa e outros que nem existem mais. A internet não para. Piscou, mudou.

      Quer dizer que o povo andou assuntando? Rs rs rs...

      https://www.youtube.com/watch?v=q-Z0Epy-Lbc

      Qualquer tempo é muito tempo...

      Um abraço feliz.

      Excluir
    2. Estava morrendo de saudades tuas, de teu blogue, acredita, mas as férias dão para a gente avaliar mta coisa. E tu avaliaste alg. coisa? O k pensaste e sentiste?

      Foi? Pobrezinha. Bem, agora tens um(a) CÉU, que tem LUZ.

      Tudo muda, sobretudo nessas coisa da Net, num piscar de olhos.

      Claro k andou. A curiosidade é mta e pensaram k fosse coisa grave entre nós, como se alguma vez nos tivéssemos desentendido. Tu sabes, k esse blog é TODO TEU, mas é tb meu, pois estou sempre por aqui e tu pões clips, enfim, mta entrega de ambas as partes.

      Não escutei o vídeo, devido ao adiantado da hora daqui, mas já li a letra. Eu voltei, como era esperado, pke aqui, em teu blog é meu lugar. Aqui, tenho minhas lembranças, conversas imperdíveis, desabafos, ralhetes, enfim, um montão de sessações e sentimentos mtooooooooooo bons.

      É. Para nós, um dia sem nos falarmos já é mto tempo. Pura verdade!

      Muitos beijos, querido amigo!

      Excluir
    3. A internet muda num piscar. Mas, convidei a Marisa Monte para cantar a resposta do que senti:

      https://www.youtube.com/watch?v=iQNFBO9eOp0

      Luz do céu para clarear, clarificar. Inclusive a curiosidade do povo. Rs rs rs... Eles é que se desentenderam, ou melhor, não entenderam foi nada. São tantas emoções...

      https://www.youtube.com/watch?v=osUfKljevDQ

      Bota um fone de ouvidos menina. Assim, pode ouvir o que quiser a qualquer hora.

      Abraços e beijos a mancheias.

      Excluir
    4. Olá, Tonico!

      Já escutei o clip "Eu voltei" na voz de Roberto Carlos, k adorei.

      Você sentiu tudo o k a Marisa Monte falou/cantou? Ah, k bom, que tenho alguém k me quer tanto bem e deseja que eu seja livre e feliz. Eram só sintomas ou eram mesmo saudades -rs?

      Depois as "Emoções" do rei Roberto Carlos, canção k eu conheço de cor e da qual mto gosto. Eu gosto de todas as canções de Roberto Carlos, mas "Cama e Mesa" é aquela de k mais gosto. É bom ter vivido bons e maus momentos, termos sofrido por amor, mas estamos prontinhos a amar de novo, mesmo correndo o risco de ainda não acertar. São emoções e sensações, k toda a gente deseja sentir.

      O ano passado, me ofereceram uns phones, fones, em português, mas eu não me ajeitei com aquela artimanha-rs. Parecia k estava em Marte -rs e meus ouvidos ficavam perturbados. Não me dou com objetos estranhos dentro de meus órgãos, daí estar a fazer implantes dentários, k têm sido "um bicho de sete cabeças". Meu organismo ou mente, não sei, recusam objetos estranhos a ele, corpo, e a ela, mente, cérebro.
      Não sou nada comum, meu querido!

      Beijinhos e abracinhos. Durma bem, tá?

      Excluir
    5. "O importante é que emoções eu vivi"... Os fones menores são mesmo desconfortáveis, mas, tem os maiores, que envolvem as orelhas e dão uma boa sensação. Agora mesmo, estou usando um desses e sem fio. Muito legal.

      Um abraço internético.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...