Alvorada proseando na janela;              

em sábado, 26 de setembro de 2015



... amarelo dourando a água calma, o vermelho rosando a rosa. E o branco todo prosa, Proseando a paz... Vaga um barco lá distante, toque humano no horizonte, Ocasional...


Antonio Pereira Apon.



Barco ao alvorecer.


Brilha o sol em minha janela.

É a vida a despertar!

Traz o prosear da alvorada

e o cantar da passarada,

Vem o dia musicar.

Dissipada a noite escura,

sai a luz de sua clausura,

vem as cores despertar.

Acorda o verde

para falar da esperança,

e o azul dizer da bonança,

inspirada no céu

O amarelo dourando a água calma,

o vermelho rosando a rosa.

e o branco todo prosa,

Proseando a paz.

Vaga um barco lá distante,

toque humano no horizonte,

Ocasional composição.

Tarda a cidade adormecida,

e a beleza sem guarida,

faz-se da poesia inspiração.



(Postado aqui em 14 de maio de 2011)


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

2 comentários:

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..









Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...


Topo