Alvorada proseando na janela;              

em sábado, 26 de setembro de 2015



... amarelo dourando a água calma, o vermelho rosando a rosa. E o branco todo prosa, Proseando a paz... Vaga um barco lá distante, toque humano no horizonte, Ocasional...


Antonio Pereira Apon.


Barco ao alvorecer.


Brilha o sol em minha janela.

É a vida a despertar!

Traz o prosear da alvorada

e o cantar da passarada,

Vem o dia musicar.

Dissipada a noite escura,

sai a luz de sua clausura,

vem as cores despertar.

Acorda o verde

para falar da esperança,

e o azul dizer da bonança,

inspirada no céu

O amarelo dourando a água calma,

o vermelho rosando a rosa.

e o branco todo prosa,

Proseando a paz.

Vaga um barco lá distante,

toque humano no horizonte,

Ocasional composição.

Tarda a cidade adormecida,

e a beleza sem guarida,

faz-se da poesia inspiração.



Postado aqui em 14 de maio de 2011.



2 comentários:

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..








Topo