O viver e a vida que escrevemos - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Jogo de azar

Em termos de tempo, tudo é absolutamente relativo, o passado inspira o presente; escreve, reescreve o determinismo, reinventa o destino. ...

O viver e a vida que escrevemos

Publicado em quinta-feira, 28 de junho de 2018


Ilustração oficial do blog - Uma rosa vermelha na diagonal, sobre um fractal do por do sol, com o nome Apon em relevo, na parte inferior da imagem. #PraCegoVer

Pode:

Ser leve como a inocência, ou pesado como a culpa.

Ser belo como um poema, ou carrancudo como uma sentença.

Ser moderno como a inclusão, ou medieval como o preconceito.

Ser doce como o amor, ou acre como o ódio.

Ser a melodia da paz, ou a dissonância da violência.

Ser o aroma das realizações, ou o odor da estagnação.

Ser uma comédia, ou um drama.

Ser primavera, ou inverno.

Orvalho, ou ácido.

Ser, ou ter.

Água, ou fel.

Ser fim, ou recomeço.

Luz, ou treva.

Sorriso, ou lágrima.

Alimento, ou fome.

Enriquecer como a sabedoria, ou empobrecer como a ignorância.

Afirmar como a verdade, ou tergiversar como a mentira.

Curar como o remédio, ou matar como veneno.

Elevar como a fé, ou derrubar como a dúvida e o fanatismo.

Libertar como o perdão, ou encadear como a vingança.

Balsamizar como a esperança, ou enlouquecer como o desespero.

...

Assim a vida.

O viver que escolhemos escrever a cada dia.



Postado aqui em 02 de outubro de 2018.


Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:


6 comentários:

  1. Divino seu poema...e assim é a vida, escolha atrás de escolha vamos tecendo nossa história...saibamos escreve-la da mais bela forma que conseguirmos, cheia de leveza, sorrisos, harmonia, bons sentimentos, amor.
    Beijos Poeta amigo,
    Valéria

    ResponderExcluir
  2. Antagonismos da vida!
    Ainda acho que a ignorância ainda é o pior inimigo, nos mata!!!
    Abraços amigo poeta!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Antonio.
    Pois é meu amigo, está em nossas mãos as escolhas, que saibamos fazer as melhores.
    Lindo poema.
    Tenha um dia de muita paz.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá estimado Antônio,

    Pois é, a nossa BIOGRAFIA, só nós mesmos a podemos "escrever", com dignidade e lisura.
    Claro que qualquer escritor, pode escrever sobre nossa vida e ações, mas, vai nos elogiar, decerto. Cabe a cada um de nós, saber enfeitar o bouquet, de forma séria e inteligente.

    NÓS SOMOS AQUILO QUE PRATICAMOS.

    Abraço da Luz.

    PS; há novo post no "Luzes e Luares". Se pretender passe por lá. Obrigada.

    ResponderExcluir
  5. O "tecer" de nossas vidas se resume em uma biografia a ser publicada por aqueles que convivem conosco reafirmando ou não nossas verdades, sucessos e fracassos. É vida para ser vivida e não se esperar aplausos. Fazer o bem sempre amando e respeitando individualidades - nossa autoria maior!
    Abraço.

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM