A vida precisa transitar. A morte não - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Uma boa notícia, é sempre uma notícia boa

Nesses tempos em que sobrevivemos sob um temporal de notícias ruins, onde tudo parece perdido e até a esperança definhar, ameaçada por me...

A vida precisa transitar. A morte não

Publicado em domingo, 20 de outubro de 2013


Ilustração oficial do blog - Uma rosa vermelha na diagonal, sobre um fractal do por do sol, com o nome Apon em relevo, na parte inferior da imagem. #PraCegoVer

Mais que veículos e pedestres, em nossas ruas, avenidas e estradas, transitam vidas. Não números, objetos ou abstrações. Pessoas! Gente como eu e você. São pais e mães, filhos, avós, netos, tios, sobrinhos, primos, amigos, colegas... Deveria ser obvio para todos, que não são coisas e não são descartáveis. Mas, infelizmente, muitos reduzem o respeito à vida humana à sua estúpida inconsequência alcoólica, à desatinada insanidade de um seu instante de fúria, à incúria de sua egocêntrica pressa, à leviandade de sua prepotência, à arrogância egoísta de suas “urgências”, à embriaguez do seu orgulho ou qualquer outro desvario.


No dia 11 de outubro de 2013, um casal de jovens irmãos (22 e 23 anos), foi barbaramente assassinado após uma briga de trânsito na orla de Salvador. Qual a arma? Um automóvel.


A aloprada “monstrorista”, acelerou, mirou e disparou seu letal carro de forma certeira no fundo da motocicleta dos irmãos Emanuel e Emanuelle.


Matar ou morrer no trânsito não deve, não pode seguir nessa louca rotina. A vida precisa trafegar.


Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:


2 comentários:

  1. Um atitude bárbara e absurda... perde-se a vida no trânsito como se não fosse um bem precioso. As pessoas precisam aprender a amaciar seus ímpetos. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá Antônio! A vida perdeu seu valor! Mata-se o ser humano, como a um inseto. Olhos repletos de lágrimas dos familiares é que cristalizam o sentimento da perda de vidas com todos os sonhos a realizar... e são ceifados por "monstroristas". Seu texto é de uma incrível conscientização!
    Meu abraço.

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM