Gente, gente e "gente" - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!




Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

 

                    Gente, gente e "gente"              

     

... Importantes ou desimportantes, sonhadores ou iludidos, bons ou maus, vencedores ou perdedores, realizadores ou invejosos, verdadeiros ou falsos, azarados ou sortudos...


Pessoas andando.


Tem Gente que faz a diferença, tem “gente” absolutamente indiferente.

Tem Gente que importa, tem “gente” tão desimportante...

Tem Gente que é notícia, tem “gente” que vira notícia.

Tem Gente que sonha, tem “gente” que cultiva ilusões.

Tem Gente de fé, tem “gente” negociando a “salvação.

Tem Gente de bem, tem “gente” do mal.

Tem Gente vencedora, tem “gente” perdedora.

Tem Gente realizadora, tem “gente” invejosa.

Tem Gente que busca soluções, tem “gente” que cata problemas.

Tem Gente admirando as rosas, tem “gente” reclamando dos espinhos.

Tem Gente que esculpe a pedra, tem “gente” que atira-a.

Tem Gente que merece seu voto de confiança, tem “gente” que merece a prisão.

Tem Gente verdadeira, tem “gente” que é pura fraude.

Tem Gente que encara a vida de frente, tem “gente” que prefere se drogar.

Tem Gente que corre atrás do tempo, tem “gente” que assiste o tempo passar.

Tem Gente que cria, tem “gente” que copia, plagia...

Tem Gente que constrói pontes, tem “gente” que ergue muralhas “intransponíveis”.

Tem Gente protagonista, tem “gente” que nem consegue ser coadjuvante.

Tem Gente que escreve seu destino, tem “gente” com o destino terceirizado.

Tem Gente que afronta o “azar”, tem “gente” que aguarda os favores da “sorte”.

Tem Gente que ora trabalhando, tem “gente” que contempla no ócio.

Tem Gente que vive, tem “gente” que simplesmente sobrevive.

Tem Gente com grande alma, tem “gente” com alma tacanha.

Tem Gente de espírito nobre, tem “gente” de espiritualidade paupérrima.

Tem Gente que escreve construindo, tem “gente” que rabisca destruindo.

Tem Gente com o verbo edificante, tem “gente” com a palavra deletéria.

Tem Gente que semeia flores, tem “gente” que espalha espinheiros.

Tem Gente que faz política, tem “gente” politiqueira.

Tem Gente que é, tem “gente” que só parece ser.

Tem Gente que conta, tem “gente” que não dá para levar em conta.

Tem Gente X, tem “gente” y...

Gente, gente e “gente”.

Tem Gente de todo tipo. Inclusive, “gente” que não é Gente.

E você? Quem é?


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner



Foto do autor: Antonio Pereira (Apon).


Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que
seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon). E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.



Fale conosco.

   
 
 

4 comentários:

  1. Meu amigo Antonio, boas colocações, não sei em qual me enquadro, mas uma coisa digo sempre, estou comigo em todos os meus momentos, com meus acertos e erros, sempre vivo de acordo com minhas boas intuições, ouço a voz interior, a minha consciência, tem sido bom até aqui, acredito que quando estou no bem estou bem, do contrário preciso repensar os meus modos de me conduzir, pois é, acredito que nunca prejudiquei ninguém, acho que sou gente!
    Amei ler meu bom amigo!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente de verdade está sempre buscando o seu melhor. E ninguém está condenado a uma imutabilidade eterna, a evolução é o destino de todos.

      Um abração.

      Excluir
  2. Olá, Apon, como vai?
    Definiu inúmeras personalidades aqui e a distância de conceitos que diferenciam as pessoas.
    Eu sou o tipo de gente que luta para não se fechar, esfriar para a vida, se perder de si. Luto para ser feliz e fazer as pessoas que amo felizes, para vencer medos e cansaços sempre, o que não é fácil.
    Uma pessoas que prefere "ligar" para não se desligar da vida.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dos grandes aprendizados da vida, é que precisamos nos fazer melhores para nós e para os outros. Infelizmente, uns tardam ensimesmados, cultivando a ignorância acerca do real sentido do viver, do aqui estar.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...