Cinzas de carnaval - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Cinzas de carnaval

Publicado em segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015



... Sorriso fingido não rido, enredo dorido, triste lágrima que encruou. Fantasia entorpecendo a realidade, mascarada desverdade, fugaz analgesia da dor...


Jogos durante o entrudo no Rio de Janeiro. Aquarela de Augustus Earle, c.1822.


Seja samba, axé, frevo...

Artificial enlevo,

cênica alegria...

Bota o bloco na rua

e a realidade nua,

vai-se fingindo esquecer.

Fútil reino de ilusões,

mambembe corte de bufões,

espetáculo do parecer.

Sorriso fingido não rido,

enredo dorido,

triste lágrima que encruou.

Fantasia entorpecendo a realidade,

mascarada desverdade,

fugaz analgesia da dor.

Sardônica euforia,

abre alas pra folia,

desvalia da razão.

Procissão desvairada,

Quarta, desilusão da alvorada,

acorda em cinzas folião.



Leia também:


Um Espírito carnavalesco


Feliz ano novo! acabou o carnaval


Cavalo de Tróia


Depois do carnaval...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.





Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM