Gente é... - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Gente é...

Publicado em quinta-feira, 19 de março de 2015



... Aparentar é imprecisamente preciso! Gente apressa e adora apreçar; ignora o valor do que não tem preço, desvalor de endividar! Gente é meio torta, meio porta... Arranja dor sem ter como desdoer...


Pessoas.


Gente tem cor de gente, seja ela qual for:

Negro, branco... Cor é tão desimportante!

Tudo de uma só raça.

A humana!

Pode ser homem, mulher, diferente... É mesmo indiferente!

Gente nasce só e morre sozinha.

Mas inventa tanta coisa

para ocupar esse tempinho entre o berço e o túmulo.

Termina esquecendo de onde veio,

não lembra para onde vai.

Gente curte a utopia de “ter” o que não tem,

“ser” quem não é,

“saber” o que não sabe...

Aparentar é imprecisamente preciso!

Gente apressa e adora apreçar;

ignora o valor do que não tem preço,

desvalor de endividar!

Gente é meio torta, meio porta...

Arranja dor sem ter como desdoer,

doença que não pode remediar;

engendra “Deus” à sua imagem e semelhança...

Depois,

feito criança.

Reclama triste a choramingar.

Gente é pergunta e resposta,

Aprendizado e aposta.

Uma sempre inacabada construção.

Gente adora “precisar” do que não precisa,

desperdiçar o tempo que diz não ter,

desdenhar do necessário.

Gente é uma dízima nem sempre tão periódica,

indecifrável enigma, incógnita.

Esfinge a si e nos devorar.

Gente é poesia e prosa,

espinho e rosa.

Zéfiro e vendaval.

Gente é...



6 comentários:

  1. Gente... Muito bom sermos "gente"... E, o melhor é termos escritores como você, Antonio, que com tamanha sensibilidade fala-nos do "humano"... que realmente, concordo "ser uma incógnita"!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Gente é gente né?
    Quem entende?
    Pois é, poetizar é o que podemos fazer quando assim sentimos que a inspiração vem!
    Gostei de ler aqui, abraços amigo poeta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só a poesia para lidar com os entendimentos e desentendimentos do "bicho" gente.

      Um abração e um bom fim de semana.

      Excluir
  3. Oi, Antonio!
    Bela reflexão sobre a "gente"! É sim, tal qual escreves!
    O humano gosta mesmo é de complicar, o simples não agrada!
    Tenha um feliz fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simplificar para que? Gente gosta é de complicar, para depois ter do que reclamar. Senão não tem a menor graça. Isso é gente!

      Um abração.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.





Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM