Poema de um amanhecer, crônica de um outro dia - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Poema de um amanhecer, crônica de um outro dia

Publicado em domingo, 13 de setembro de 2015



... acordando o desacordo das ruas. Acorda a cidade e seus sobreviventes: Engarrafamentos crônicos, violência endêmica, modernidade polêmica. Grita o despertador apressado e apreçado...


Cidade amanhecendo.


Arrulham os pombos,

bem-te-vis saúdam o alvorecer

Em meio à selva de concreto e tantas inconcretudes.

Ainda desacordada,

grande parte da cidade,

apercebe a paisagem,

poética pintura desse arrebol.

Trôpega,

a boemia Ainda intenta prorrogar a noite,

postergar o alvor;

tropeça nos restos desumanizados que disputam as sarjetas,

nos cães abandonados que viram latas,

reviram o lixo humano.

Qual penitente,

o gari varre a rua que já se vai sujar;

um, outro e outros tantos,

passam, jogam,

explicitam no chão seu grau de educação.

Vagam pedintes, prostitutas, gays e afins,

espreita o ladrão, o azar e a sorte.

O jornaleiro grita adormecidas manchetes.

As teclas do meu computador;

vão devorando o silêncio,

parindo esses meus versos sem rima.

Assobios de Whatsapp,

insones redes sociais,

barulhos de gente,

murmúrios da pressa,

eletromagnético “surfar” de informações.

Crentes e descrentes,

indigentes e abastados,

anônimos e famosos,

acordando o desacordo das ruas.

Acorda a cidade e seus sobreviventes:

Engarrafamentos crônicos,

violência endêmica,

modernidade polêmica.

Grita o despertador apressado e apreçado,

ditando a crônica de mais um estressado dia qualquer,

como qualquer outro estressante dia.


Pombos ao alvorecer.



4 comentários:

  1. Oi, Antonio!
    A tranquilidade ou agitação servem de inspiração ao Poeta!
    Bela cronica de um amanhecer!
    Feliz semana!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A inspiração está em tudo, em toda parte. Poetizar é garimpá-la.

      Um abração e uma inspiradora semana.

      Excluir
  2. Uma crônica que se repete na loucura do TER! Deixa-se o SER sempre em segundo plano, infelizmente! É o grau da "Pátria Educadora" que se rebelou diante de tamanha imprudência da verbalização de impotentes que se agarram ao último mastro da Pátria! ... "Pátria Honrada", pelos que acordam e sobrevivem na luta diária honesta.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo. Quem não é e nem sabe ter, cria desastres para si e para os outros. Farsantes incompetentes, fingidos canastrões, coveiros da verdade, da dignidade, parasitas da nação.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



|Siga-nos|Livros|Clima e cotações|Faça uma doação|



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.





Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM