Acróstico junino - A arte da vida. Apon HP
Bom estar com você!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Acróstico junino

Publicado em domingo, 16 de junho de 2019



Versando essa supra religiosa festança a três santos católicos, herança europeia, releitura nordestina, mania nacional. Anarriê! Xaxado, forró, baião e o que vier. Viva Santo Antônio! Salve São João! Valha-nos São Pedro!


Antonio Pereira Apon.


Barco com Bandeirinhas e Pássaros, de Alfredo Volpi - 1955.


Fogos, festa e fogueira,

estética do festejar,

saracotear e levantar poeira;

triângulo, sanfona e zabumba,

arraiá, quadrilha abunda,

sanfônico celebrar.


Juninos santos; Antônio, João e Pedro,

uníssono folguedo,

nordestino festar;

internacional herança,

nacional festança,

sabores, cores, forrozar.



Postado aqui em 20 de junho de 2016.




Leia outros de nossos acrósticos:


14 comentários:

  1. Olá, tu tens nome de santo, de santo popular, já tinhas pensado nisso...

    Adorei o acróstico que fizeste, Antonio. bem concebido e executado. Eu não sei fazer acrósticos, ou os faço com imensa dificuldade.

    É uma festança, que só vendo... Santo António, padroeiro de Lisboa, é muito festejado por cá. Eu ainda não entendi o porquê deste folguedo todo. tu, já... É uma herança, uma questão cultural, ok, mas isso dá direito a tanta loucura e exploração... Sim, digo exploração, porque uma sardinha assada na noite de Sto. António, por cá, chega a custar 3 euros.

    Aqui, é quase meia-noite. Vou comer alguma coisa leve e depois fazer os preparativos para dormir.

    Até breve. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meus dois avôs eram Antônio, meu padrinho, idem. Meu pai era João e minha mãe e Maria. Bota santo popular nisso! Kkkkk...

      Aqui, não só Santo Antônio, mas também São João é bastante popular, já São Pedro, fica meio de coadjuvante. A exploração aqui também é grande. Mas, no Brasil, com motivo ou sem, tudo acaba em festa. Até certa medida, é salutar. Quando passa do ponto, vira alienação e dá no que está dando nesse país.

      Como diria o povo do interior: "Inté"! "Té mais vê, sô"!

      Um abração.

      Excluir
  2. Tu e sua família tem, com acento, nomes normais, contrariamente a cada um que encontro na blogosfera. Mas qual o motivo desses nomes tão estranhos e invulgares...

    Aqui, também. Em Lisboa, Sto. António, no Porto, S. João e S. Pedro, com pouca relevância pelo país todo, como já te disse.

    Alegria é necessária, sim, mas os brasileiros, em geral, ultrapassam o conveniente e até calamidade pode virar folguedo, entre aspas, com samba e tudo. Pois, por isso, é que o teu gigante está como está. Pobrezinhos, mas contentinhos, como aqui se fala.

    Inté, António...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... Infelizmente, Charles de Gaulle estava certo: "O Brasil não é um país sério". E nunca antes na história, isso ficou tão evidente.

      Um abração.

      Excluir
  3. Charles de Gaulle, Salazar e o General Franco tinham razão em muita coisa e cada vez mais as afirmações deles se estão, infelizmente, cumprindo.

    Abraço. Noite de paz e luz.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Apon, gosto muito de acrósticos, penso ser uma das formas mais criativas de se treinar a arte da escrita. Trouxe no seu a essência das festas juninas. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato. O acróstico é bastante interessante de ser feito, um bom exercício para a criatividade.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir
  5. Olá António!
    Um belo versando, sobre oa santos populares... valha-me santo São Pedro, Viva Santo António, e Salvé São João!
    E vamos ao forró, façamos-lhe a vontade são forasteiro, casamenteiros e viva a liberdade. Gostei muitíssimo.
    Um abraço e um tranquilo fim de semana.
    Luisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No nordeste brasileiro, é festa ao som da sanfona, do triângulo e da zabumba. Iguarias na mesa, fogos e muita dança.

      Um abraço. Tudo de bom.
      💙 Leia uma postagem sorteada para você.

      Excluir
  6. Olá Antonio,

    Como bom nodestino e bom baiano, seu acróstico é uma linda homenagem às festS jUNINAS, comeu bem e forrozou legal, os santos lá no céu com certeza estão lhe aplaudindo.

    Amigo querido, vim lhe convidar pra festa de 04 anos do blog :
    https://pensandoempoeia.blogspot.com.br
    abração!

    ResponderExcluir
  7. Espero que o dia do seu santo onomástico tenha sido muito feliz.

    Gostei do acróstico, bem ao seu modo e estilo.

    Tudo de bom

    Abraço
    ~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felicidade é um poema que devemos escrever a cada dia, uma sempre inacabada construção interior. Gosto dos acrósticos, são uma forma instigante de versar.

      Um abraço. Tudo de bom.
      💙 Leia uma postagem sorteada para você.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.





Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM