Vidas por um cinto. Sinto... - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!




Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

 

                    Vidas por um cinto. Sinto...              

     

... uso do cinto de segurança. Usar o cinto com c, para não terminar usando o sinto com s. A vida não tem tecla de retrocesso nem dá para “rebobinar”; ela não volta! ...


Antonio Pereira Apon.



Lágrimas.


Hoje não tenho uma poesia nem uma prosa literária, mas, uma literal e triste crônica da vida real: segunda-feira, 03 de julho de 2017, pouco mais de nove da noite, um amigo nosso levava uma amiga para casa, quando perdeu o controle do carro e chocou-se contra um poste. Com o impacto, ambos foram projetados contra o para-brisa; ela teve ferimentos leves e moderados, ele entre outras contusões, bateu o abdome violentamente contra o volante. Os dois estavam sem o cinto de segurança. Socorridos pelo SAMU, ele deu entrada no hospital com forte dor na barriga… Na mesa de cirurgia, os médicos não puderam resolver aquela extensa lesão no fígado, uma forte hemorragia o tirou dos amigos, da família, dessa vida.


Não costumo me apegar ao: se… Ao talvez… Mas, em alguns momentos, eles gritam loquazes, reverberantes: se ele estivesse usando o cinto, talvez tivesse sobrevivido. Para nosso amigo, nos resta orar, vibrar positivamente para que desperte em paz e siga colhendo frutos benditos de todo bem por ele semeado aqui na Terra. Foi, e sempre será um grande amigo. Grande no físico, no vozeirão, na bondade, dignidade, altruísmo, no dar de si; grande pessoa, grande alma.


Para nós outros que por aqui ficamos, fica o enorme, gritante alerta para a necessidade do uso do cinto de segurança. Usar o cinto com c, para não terminar usando o sinto com s. A vida não tem tecla de retrocesso nem dá para “rebobinar”; ela não volta! Superlativamente pior que qualquer desconforto momentâneo, que um breve incômodo. É abrir mão da brevidade infinita dessa nossa vida por um cinto. Sinto muito, muito mesmo.


Siga em paz meu amigo! ...


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

   
 
 

4 comentários:

  1. A todos os amigos:
    A nossa querida Leninha se submeterá a uma segunda cirurgia (já prevista desde a primeira), nesta Segunda-Feira, dia 10.
    Apesar da delicadeza do momento, ela se mantém tranqüila, confiante, em paz.
    Além das orações e do apoio dos amigos aqui de perto, gostaríamos de contar com as preces de todos vocês que sempre a apoiaram em todos os momentos.
    Que Deus recompense a cada um!
    Vera Lúcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente as nossas preces se somarão a muitas e muitas outras, tudo dará certo. Confiemos em Deus.

      Excluir
  2. Meu querido, eu não poderia entrar numa nova etapa de vida sem vir aqui te agradecer por este tempo bonito, apesar de não tão extenso, em que tive a honra de receber tuas visitas e em que pude também apreciar a tua esplêndida escrita através deste espaço.

    O tempo agora me é curtinho... Por isso quero desejar que a tua vida seja sempre abençoada, iluminada, e com infinitas possibilidades de continuar com as tuas criações tão preciosas.

    Que tudo te sorria! Que tudo te seja pleno! E que nos teus sorrisos tu possas criar estrelas que se transformarão em versos, em prosa, e que no decorrer das tuas horas o Pai possa colocar as benesses que o teu coração merece.

    Tenho um respeito enorme por ti!

    Meu carinho num afetuoso abraço,
    Leninha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida tem suas fases e vencido esse momento, uma nova etapa de ventura há de emergir das cinzas das dificuldades passadas e vencidas. Confie em Deus, em si mesma e na ciência, o universo há de conspirar positivamente para que tudo corra a contento. Em breve, muito breve mesmo, tornaremos a esse intercâmbio de palavras em prosa e verso. Tenho estado novamente impossibilitado de comentar em seu espaço por causa daquelas letrinhas de confirmação.

      Obrigado por suas sempre gentis palavras e saiba que a recíproca é verdadeira.

      Um grande abraço repleto de energias positivas. Jesus contigo.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...