Frustração - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Frustração

Publicado em quinta-feira, 4 de outubro de 2018



... a impermanência do sucesso, a efêmera fama, o revês a espreita, a via estreita a se trilhar. Quem não muda nem recicla muito implica e pouco aplica ao descomplicar; quem só finge, quem por tudo se aflige, quem leva a vida a lamentar...


Antonio Pereira Apon.


Nighthawks - Aves da Noite, pintura de Edward Hopper.


Quem se eleva ou muito se rebaixa,

subestima ou superestima,

quem passa da conta,

quem nem conta faz!

Avarentos e perdulários,

prepotentes e subservientes;

Os que se apressam,

os que se deixam apreçar.

Gente que nem começa e já desiste,

que inexiste;

os dados ao vício,

os chegados ao ócio,

alguns tantos a se acomodar.

Uns que correm em demasia,

aqueles que rastejam,

Há os que pouco almejam

e restam a invejar.

Gente que muito deseja!

Mas, pouco faz para alcançar.

Quem vacila e só exita,

quem aguarda o céu mandar.

Os que confundem esperar e esperança,

que curtem mal a riqueza,

aceitam mal a pobreza;

a impermanência do sucesso,

a efêmera fama,

o revês a espreita,

a via estreita a se trilhar.

Quem não muda nem recicla

muito implica

e pouco aplica ao descomplicar;

quem só finge,

quem por tudo se aflige,

quem leva a vida a lamentar.

Quem persegue desculpas,

quem vive a seus erros ruminar.

Os rigidamente inflexíveis,

os donos de “certezas” inamovíveis,

realidade a obnubilar.

Os trânsfugas da razão,

abortando sonhos,

abraçando a ilusão.

Idealizando de mais,

vivenciando de menos;

vão tragando o tempo,

amargando a vida,

biografando sua frustração.



Postado aqui em 16 de agosto de 2017.



4 comentários:

  1. É preciso saber viver, inteligente, resumindo, Tonico.
    Uma prosa poética social bem entrelaçada e interessante.
    O poema de Drummond, que já conhecia, é uma pérola e "delícia" da Literatura.

    Abracinho e dias muito felizes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprender a viver, saber transformar os erros em acertos e não em pretextos para frustrações. Viver é uma caminhada de mão única, sempre em frente. E não dá para tardar parado, esperando...

      Essa bela metáfora do caderno nos faz pensar no aprendizado da vida:

      https://www.youtube.com/watch?v=9lMM0vzLVNQ

      Um abraço. Felicidades mil.

      Excluir
  2. Frustações... se não soubermos digeri-las acabaremos em um divã de psiquiatra!
    Ótima reflexão, Antonio!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprender a superar as adversidades, saber escolher e entender que nossas opções diante da vida, tem consequências. Saber digerir as frustrações e seguir em frente.

      Nessa bela composição de Cartola para sua filha, ele resume bem: "O mundo é um moinho".

      https://www.youtube.com/watch?v=sSeGSsU9TlY

      Um abraço.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.





Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM