Direto - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!




Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

 

                    Direto              

     

... palavra sincera, rosa, com ou sem espinhos; flor da alma sem disfarces, aquela que sempre te ofertarei.


Antonio Pereira Apon.


Rosa vermelha


Sou o meu falar direto,

o meu direto calar;

explícito, pleno, objetivo,

dizer ou silenciar.

Sem meios pensares,

sem meios sentires

nem meias verdades;

sem indiretos dizeres.

Sou palavra e silêncio,

sem atalhos nem rodeios,

sem entrelinhas, sem floreios.

Falo, ou tão somente, calo.

Sem subterfúgio,

sem refúgio ou interpretação;

sem mensagem oculta,

subliminar recado...

Sem camuflar sentido,

sem terceirizar o dito.

A palavra sincera,

rosa, com ou sem espinhos;

flor da alma sem disfarces,

aquela que sempre te ofertarei.





Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

   
 
 

29 comentários:

  1. Eu sabia, eu sabia, que um dia desses, tu me ias oferecer uma rosa vermelha, porque és DIRETO e não estás com "paninhos quentes", seja para o que for.

    Que linda, meu lindo (olha, acho que "isso" quase ficou redundância), mas merci bién, chéri pela rosa. E se não for pra mim? Bom, será para todas nós, né?

    Tonico, esse poema é a tua cara, sem tirar, nem pôr, pois tu és mesmo um "livro aberto", não tens, nem usas trunfos na manga, "ÉS PALAVRA E ÉS SILÊNCIO".

    Gostei muito dessa tua exposição, desse desventrar, que só te enobrece.

    Beijinho, menininho Toninho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou bem arranjado com essa portuguesa: convencida, exagerada, escreve o que dá na cabeça e já a seis anos é figurinha recorrente nos comentários por aqui. É meu Karma! Rs rs rs... Ainda quer que eu aprenda francês!!!

      Não pode ver essa rosa que a quer só para si. Então, aí vai. Essa é só sua:

      http://m.aponarte.com.br/jpg/ROSE5.JPG

      De fato, falar ou calar, palavra ou silêncio, sem indiretas, meias palavras ou verdades meias. A música a seguir, versa em torno do amor, mas, transborda, transcende quando explicita o silêncio e o som, a luz e a escuridão. A transparência que deveria caracterizar a alma humana, falando ou calando:

      https://www.youtube.com/watch?v=NlTQAp2X6FI

      Inté! Um abraço menininha.

      Excluir
    2. E eu com esse brasuquinha (rsrs), nem sei que fazer! Perfeito e mais perfeito, ou seja, mais-que-perfeito, pode ser pretérito, que é um tempo verbal, passado (rs), mas ele e eu somos e queremos PRESENTE, Kairós, como ele me ensinou.

      Só escrevo o que sinto, apenas e só. E HÁ (com "h", Sr. Professor. Tá pensando em quem e em quê. dando erro ortográfico, né)? seis anos, que a gente se "atura" e se "curte".

      Fui e sou Top Comentarista do teu blog e espero continuar, pke sou sua amiguinha e sua menininha, "sua filha mais velha", quero eu falar.

      O vídeo, que você colocou aqui, esse do Lulu Santos, não está disponível em Portugal, mas eu já escutei a canção. O "homi" tem boa voz, é todo modernaço e está tão apaixonado, quanto você (rs). Grita teu amor, porque há sentimentos, que não conseguimos calar.

      Ah, tem de aprender francês, caso não, "desfaço o casamento, o nosso (risosssssssssssssssssssssssssssssss). Oui, chéri?

      Merci pour la rose rouge (obrigada pela rosa vermelha), meu querido!

      Bisous et dors bien (beijos e dorme bem)

      Excluir
    3. Desisto de comentar qualquer coisa. Rs rs rs... Exagerada, abusada, superlativa, sem juízo... Rs rs rs... Tem jeito não.

      Inté!

      Excluir
    4. Desculpa não é don't you cry, mas don't you believe? Meu inglês está precisando de ser treinado.

      Excluir
    5. I believe. But it would be sad.

      http://m.aponarte.com.br/gifs/triste.gif

      A hug. Until forever!

      http://m.aponarte.com.br/gifs/riso.gif

      https://www.youtube.com/watch?v=vjELgvOY9Bs

      Obs: Qualquer erro no inglês, a culpa é do Google. Rs rs rs...

      Excluir
    6. Tão fofinho e queridinho, esse Tonico! Gosto tanto desses ícones. Que carinha tristinha e até olhinho chora! A outra, está bem risonha. Parabéns à nossa amizade!

      It would be sad, I see, but we are friends forever. You Know this? Don't you?

      Estive ouvindo e lendo o vídeo e fiquei sensível, não chorona, pois não sou. Se estivesses perto de mim, pegaria na tua mão e punha minha cabeça no teu ombro, assim, serenamente, talvez ouvido Iggy Pop em "Et si tu n'existais pas" (e se tu não existisses)? Très belle, cette chanson (muito bela, esta canção).

      Bises, mon chéri.

      Excluir
    7. Friends forever!

      http://m.aponarte.com.br/gifs/amiguinhos.gif

      Eu choro quando me emociono, até com cena de novela, filme, notícia... Estou virando um chorão. Rs rs rs...

      Essa música eu já conhecia. Mas, não tinha lido a tradução. Bela...

      https://www.youtube.com/watch?v=BdkeG46BGDw

      Exagerada...

      https://www.youtube.com/watch?v=4uw4rtxvc8g

      Um incomensurável abraço.

      Excluir
    8. Amis pour toujours (amigos apra sempre).

      Obrigada pelo ramo de flores virtuais, que anda dele para ela e vice-versa.

      O choro por ver uma cena, que pode mexer conosco tem a ver, segundo diz Freud, com a falta de algo.

      A letra é linda e muito profunda. Penso que a Iggy se passeia num dos belos monumentos arquitetónicos de Paris, talvez na Corte de Versalhes. É lustre por tudo o que é teto e ela é alta e magra e está elegantemente vestida, à francesa, só pode, né?.

      O vídeo sobre a amizade exagerada é um pouco exagerado, sim, mas gostei das carinhas deles e dos gestos.

      Feliz tarde. Aí, são agora quase 15:30 e que aconteça o que for melhor para ti.

      Abracinho grandinho.

      Excluir
  2. Olha, uma sugestão: "La vie en rose", uma eterna canção francesa, cantada maravilhosamente bem por Dalida e Júlio Iglesias. Que te parece? Pode ser, também, MPB, de que tanto gostas.

    Inté, garoto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa, até eu conheço. Rs rs rs... Não tinha ainda ouvido essa, de fato, belíssima versão. Cá entre nós, e que me perdoem os aficionados, não gosto nem um pouco de Piaf, dá uma deprê ouvi-la cantar.

      https://www.youtube.com/watch?v=bvimhNR49F4

      A versão com Andrea Bocelli também é interessante.

      Um abraço minha querida amiga.

      Excluir
    2. Todo o mundo de BOM GOSTO, conhece. É de cair pra trás ou para os braços do amado. estiveste lendo a tradução da canção?
      "Quando ele me toma nos seus braços e me fala baixinho, eu vejo a vida cor-de-rosa". Ah, que "coisa" maravilhosa!

      As expressões faciais e os olhares que Dalida e Júlio lançam um ao outro, ah, não dá pra aguentar, Tonico e ela até põe a cabecinha no ombro dele... HUMMMMMMMMMMMMMM!

      Piaf é a diva da canção francesa, ainda hoje, mas tal como tu, também a voz dela pra mim, me parece aquela em discos em 33 rotações, meia rachada, inquietante e não sonora. meus apis tinham muitos. Não aprecio. Ela teve uma vida mto infeliz e morreu nova com doença séria nos ossos. Foi criada num bar de alterne, onde sua mãe atuava (o pai não ligava nenhuma a elas) e depois aos 12 anos ela começou a cantar lá e a prostituir-se. Ganhou muito dinheiro, teve uma grande mansão em Paris, onde recebia os amigos. Muitos drinks, álcool quanto bastasse, drogas, sexo etc. Enfim, se casou pela última vez pouco tempo antes de falecer com um cabeleireiro 20 anos mais novo que ela e que muito a apoiou, mas dizem que ele se casou com ela por interesse económico. O homem teve azar, porque após a morte dela, havia dívidas e dívidas pra pagar. Muito ganhou, muito, muito gastou.

      Conheço a versão de Andrea Bocelli, cantor com imenso talento, mas prefiro essa.

      Tu sabes que horas são? Quase 2 da manhã. A culpa é só sua, menino Toninho. Tôu contigo até altas horas e depois, amanhã, durmo no emprego (rs). Começo às 10h.

      Beijinho + abracinho = afeição

      Excluir
    3. Demais mesmo, música e letra. É muito comum a distonia entre a vida pessoal do artista e sua arte. Os franceses possuem mesmo um gosto pelo "exótico".

      Quando li este comentário, aqui eram 23 horas de terça, agora, são 08:33 de quarta, aí são quatro horas a mais? Os fusos confusos nos confundem as horas... Agora já estás desperta, ainda que não muito. Rs rs rs... Já deves estar aos cochilos no trabalho ao chegar da tarde por aí. Rs rs rs...

      Um afetuoso abraço. Inté!

      Excluir
    4. Isso mesmo. os franceses são exóticos, mas tão requintados e gentis!

      Estive em Paris, em outubro do ano passado, quatro dias, devido aos feriados que por aqui "semeiam" (rs) e fiquei alojada num hotel no centro da cidade, perto da torre Eiffel e paguei "só" pelo alojamento diário, sem pequeno almoço, a "módica" quantia de 170 euros. A vida é muito cara lá.
      Estava muito frio, embora com sol. sei que nesses 4 dias, eu não usei soutien, porque me sentia livre, desapertada e como as parisienses, em geral, não usam, fiz o mesmo que elas e a sensação é excelente. Evidente que usei leggings e túnicas com cachecóis o que não dava para "ofender a moral pública" e meu peito não é grande, felizmente.

      Aqui, são mais 4h que aí, mas como o Brasil é tão grande, não sei se em todos os estados a hora é a mesma. aqui, são quase 14:33. Já almocei e estou meia dorminhoca, sim. Às 15h, recomeço.

      Abracinho ensonado.

      Excluir
    5. Sem dúvidas, o requinte francês é uma realidade irretocável. Paris é só para gente chique! Eu me limito à Avenida da França, aqui em Salvador mesmo. Rs rs rs... E, por cá, não dá para andar "desapertada" como na "Cidade Luz".

      Normalmente, alguns estados da região norte é que tem fuso horário diferente. No momento, o sul e o sudeste estão no horário de verão. Mas, aqui no nordeste, estamos no horário normal, o "horário de Deus", como diz o povo. São 11:52 e vou almoçar.

      Sono? essa hora? Qual será o motivo? Rs rs rs...

      Um abraço. Inté!

      Excluir
    6. Paris é para toda a gente, nem que seja só uma vez. A arquitetura é de pasmar e a luz, sobretudo à noite, nos deleita. Amar em Paris, é diferente de qualquer outro lugar no mundo. Se veem casais se beijando com toda a naturalidade e intensidade, mas não choca ninguém, até porque ninguém olha pra ninguém. Os sem abrigo, que os há por lá, até esses têm requinte. Incrível!

      As brasileiras têm seios pequenos, em geral, caso não façam implantes, portanto dá pra andarem "desapertadas". Em casa, ando sempre desapertada. Adoro liberdade corporal.

      Então, aí é o horário normal. Por que o povo diz: "horário de deus"?

      Sim, porque me deitei muito tarde e foi pra responder aos teus comentários. Veja como sou sua amiga!

      Abracinho, menino!

      Excluir
    7. Gente civilizada é outra coisa, não sobrevive a patrulhar os usos e costumes alheios. Cada um na sua, nos limites da normalidade. As brasileiras são diversas em tudo, inclusive na anatomia, resultado das tantas misturas que caracterizam a "raça brasileira", tem tudo de todo tamanho e jeito. Rs rs rs...

      https://www.youtube.com/watch?v=9Mp4pDg003k

      Quanto ao horário: Dizem, que o de verão foi inventado pelo homem e o regido pela natureza, é o "horário de Deus".

      Obrigado pela deferência. Mas, não quero que passes o dia sonada, responde e comenta quando possível.

      https://www.youtube.com/watch?v=XdooqckuRb4

      Um abraço e um dia sem sono.

      Excluir
    8. Olá, Tonico!

      Gente civilizada não patrulha, antes amor e cultura.

      Sim, eu sei que o povo brasileiro é uma amálgama, uma misturada (rs) sem fim, mas, em geral, a mulher brasileira é tipo pera, anca larga, bumbum espetadinho e grandinho e maminha pequena. Na praia usa biquíni, mas o soutien dele tem forma triangular. Aqui, qdo vamos comprar biquíni, nos perguntam: biquíni à brasileira? A mim não me perguntam, pke eu há 7 anos, que não vou à praia, mas, meu querido, olha que tenho falta de vitamina D. No próximo ano, tenho de ir algumas vezes à praia, mas uma acupuntora, minha conhecida e que me trata, tal como a ginecologista, que me segue, me disseram que bastava pôr as mãos e os pés ao sol durante 20 a 30 minutos por dia, de manhã ou à tardinha e não usar protetor solar. Bom, se conseguir cumprir será bom pra mim.

      Gostei imenso do vídeo de música francesa. É nitidamente essa, desse jeito. Parece que te sentes levado, mas voluntariamente.

      O outro, tem dó, menino, que não me relaxaria, nem dormiria, coisa nenhuma, pke a barulheira, o sino ou sei lá que é, é perturbador.

      Eu para dormir bem, tem de estar tudo às escuras e muito silêncio. Não gosto de ver TV no quarto, nem tenho, aliás, tal como não gosto de ler, antes de dormir, porque minha imaginação fica desassossegada.

      Não tive sono, hoje, e não tomo café, porque não gosto.

      Beijinho e uma noite feliz. Bom jantar. Aí são 20h.

      Excluir
    9. O Brasil, é o Brasil. Rs rs rs...

      Cá não terias tal problema. Aqui tem um sol pra cada um, uma semana só passeando, já lhe proporcionaria um estoque de vitamina D para o resto da vida, nem precisaria de praia. Rs rs rs...

      A única coisa que de fato me atrapalha dormir é a infelicidade do calor.

      Depois não me culpe pelo dia sonado. Isso lá é hora de estar no computador comentando? Meia noite!!! Hora de menina estar dormindo. Rs rs rs...

      Um abraço. Inté!

      Excluir
    10. Pois, entendo (rsrsrs), Tonico!

      Provavelmente não, mas olha que eu visito quase todos os anos no verão Marrocos, mais propriamente a cidade de Marraquexe, onde as temperaturas rondam os 40/42ºg, quando não é mais, e eu me sinto muito bem, mas nem assim o valor da vitamina D sobe. Eu uso roupa, vestido comprido como elas, não por imposição do governo de lá, coisa nenhuma, é que gosto de me vestir assim. No rosto e no cabelo coloco um lenço grande branco, mas não burka (rs).

      Hoje, me levantei antes do meio-dia, como é costume aos fins de semana, porque marquei cabeleireiro. Só havia vaga de manhã. Da parte da tarde, estava tudo completo até às 22h.

      Inté, menino!

      Excluir
    11. Vestida assim, não tem sol que dê jeito. Rs rs rs... Aqui seria diferente, o sol da Bahia é único. Ainda que seja um pra cada. Rs rs rs...


      Inté!

      Excluir
  3. Que lindo versejar assim!
    Direto, claro, objetivo, mas imensamente romântico!
    A rosa vermelha por si já diz tudo! Amei ler!
    Abraços apertados amigo poeta sensível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim ou não, dizer ou calar. Rosa com ou sem espinhos a se ofertar. O resto é o resto.

      Um abraço.

      Excluir
  4. Olá Antonio Pereira. Caríssimo.
    Passei aqui, como não poderia deixar de fazer, para desejar-te boas festas junto a teus familiares e amigos e que tenhas um belíssimo anos novo, livre das hipocrisias, dos falsos, mas que enriqueça o teu já rico coração, com muita saúde, paz e alegria. A ti e a todos os teus um belo 2018 e que possamos continuar, não só debatendo ideias como, com singeleza, apertando este convívio nesta imensa globosfera.
    FELIZ ANO NOVO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Retribuo as tuas felicitações meu caro Pedro. Que o ano se faça realmente novo, inaugurando novos tempos de pessoas renovadas rumo a um mundo melhor, mais justo e verdadeiro, sem religiões nem ideologias de aluguel.

      Um abraço amigo.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...