Eis os namorados - A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!



Clique para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site.

sábado, 6 de janeiro de 2018

 

                    Eis os namorados              

     

... os quases a nos furtar a prosa. Mas o tempo pulsa, pulsa o peito e o destino não deixa de pulsar! ...


Antonio Pereira Apon.


Casal de namorados apreciando uma paisagem do céu escuro, cheio de estrelas com um cometa ou estrela cadente brilhando com seu rastro de luz.


No blog Filosofando na vida, a professora Lourdes nos convida a escrever uma frase, verso, poesia, pensamento, mensagem… Sobre uma imagem postada a cada fim de semana. Acima, a imagem sugerida. Abaixo, a minha décima sétima participação nessa “brincadeira” intitulada: Poetizando e encantando.


Selo de participação no Poetizando e encantando.

Nalguma estrela, cadente se perdeu,

ou num cometa se desachou;

o amor “infindo”,

enfim, findou.

Onde os namorados?

O olhar enamorado?

O versejar do céu?

Buracos negros, nebulosas,

pulsares, quasares;

os quases a nos furtar a prosa.

Mas o tempo pulsa,

pulsa o peito

e o destino não deixa de pulsar!

Numa constelação.

Nalguma estrela, cadente a se encontrar,

ou num cometa a se achar;

o amor “infindo”,

enfim, infinda.

Eis de novo os namorados!

O olhar enamorado!

O versejar do céu!




Nossas participações mais recentes:





Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

   
 
 

19 comentários:

  1. Amigo Antônio, só hoje pude vir aqui, estou na praia curtindo as férias ma não poderia deixar de postar o primeiro poetizando do ano. Está valendo a pena , como você falou, uma verdadeira constelação de poesias. As estrelas são brilhando lindamente. A sua estrela brilhou e encantou, linda poesia.
    Nalguma estrela, cadente se perdeu,

    ou num cometa se desachou;

    o amor “infindo”,

    enfim, findou.

    Muito obrigada, seja sempre bem vindo!
    Feliz Ano Novo!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz ano novo! Que a cintilante constelação de versares do poetizando e encantando, siga iluminando, espalhando poesia no ciberespaço.

      Abraços praieiros. Boas férias!

      Excluir
  2. Enamorar-se sempre: pela vida, por boas atitudes, por riquezas interiores... Tudo isso nos refaz diante de tantas insanidades... Ótima sua participação: - do amor infindo que se finda...
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enamorar-se pela dádiva do existir, do infindar. Seguir em frente sempre, vivendo, transformando, amando.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  3. Amigo Antônio, Está valendo a pena ter postado o Poetizando mesmo a maioria de férias, assim como eu.Como você falou, uma verdadeira constelação de poesias. As estrelas estão brilhando lindamente. A sua estrela brilhou e encantou, com sua linda poesia.
    Nalguma estrela, cadente se perdeu,

    ou num cometa se desachou;

    o amor “infindo”,

    enfim, findou.
    Amei o vídeo e a música.


    Muito obrigada, seja sempre bem vindo!
    Feliz Ano Novo!

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá, Tonico!

    O tema, a imagem que a Lourdes apresentou, sugeriu foi os namorados. Há tanto para dizer, poeticamente ou não, sobre namorados e namorar.

    Teu poema está realista, tal como acontece na vida, muito bem encadeado, semanticamente, com trocadilhos e antíteses, tua especialidade, mas mostra bem que tens os "pés bem assentes no chão", que sabes bem o que queres e que vale a pena tudo, enquanto der. Depois, a vida segue e novos amores e situações surgirão, inevitavelmente. É a vida!

    Não há amores infindos entre namorados, como dizes no poema e eu estou inteiramente de acordo. Amores para sempre só a História nos diz que existiram (rs). Acredito em paixões, sim, que a gente sempre lembra com agrado, sem deveres, nem haveres e das quais nunca nos esquecemos, mas amor num casal vira rotina e acomodação, em geral.

    Estive escutando o vídeo e embora a letra tenha praticamente duas estrofes, ela é bem assim, pois, independentemente daquilo que já se passou de negativo, daquilo que já terminou e daquilo que a gente já antevia, tudo vale e vale a pena. E, por vezes, se erra duas ou mais vezes no mesmo erro. Há que dar sempre uma nova oportunidade, que, como o avançar do tempo, fica pior, que a primeira experiência. Calça rota e depois remendada, não tem mais jeito.
    Gostei da letra e da música do clip.

    Beijinho, bom domingo e melhor semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mente alçando o infinito, pés calçados no chão. Tudo passa. E o coração passarinho, encontra aninho em seu voar

      Gostei da direta indireta: "Calça rota e depois remendada, não tem mais jeito." Rs rs rs... Vamos aprendendo com os erros.

      https://www.youtube.com/watch?v=KHmy0MJkKgA

      Bem assim...

      https://www.youtube.com/watch?v=0ukmzY3RejU

      Um abraço e uma boa semana. Inté!

      Excluir
    2. Oi, minino!

      E como sua mente está!!! Vi isso, hoje, na bola de cristal (rs), todavia quer ter os pés bem calçados e assentes no chão, mas se estiveres descalço não tem problema, não, pois agora aí, é verão. Por vezes, te apetecia voar, né? Pois, mas tu não tens asas. Se aquiete, Tonico!

      Tens toda a razão. Tudo passa. O tempo disso se encarregará. O coração passarinho está mortinho por um ninho bem feitinho, prudente e quente. Não diz que não pra mim e não dê uma de desinteresse e esfriada (rs), porque tu não "é" de ferro.

      Que música, "rapaiz" ! Toda modernaça, toda rap! É, a vida avança sempre e mesmo que o "pássaro" esteja ferido, há sempre "curativo". Sei que as tormentas moem uma pessoa, mesmo que ela diga que não, que está tudo bem, mas isso é humanamente impossível, porque nós termos sentires e coração.

      Túlio Dek é da pesada, me refiro a música, mas sabe muito bem aquilo que diz, ou melhor, que canta. Gostei da letra, da música e de toda a coreografia.

      Erasmo Dibell tem um jeito manso de cantar, mas quando os lugares ou as pessoas são frias, a gente se muda, tipo ave de arribação, para gente ou sítios mais agradáveis, ternos e quentinhos. Tenho de ir para teu Brasil, que aqui está um frio de rachar, com chuva e neblina todo o dia. Não dá (dão) comigo esfriadas, não dá!

      Então, "SE LIGA", porque a felicidade está espreitando e olha que Paula Fernandes é quem canta e sabe.

      Não te vou enviar um camião de beijos, porque nem saberias onde os colocar, nem o que fazer com eles, mas te mando um pacotinho deles. Tá (rs)?

      Inté, garoto, que tanto está precisando de... olha, não sei o que ia escrever a seguir. Enfim, tens de me dar um desconto, porque ando muito cansada, profissionalmente.

      Dá notícias. Merci. Tens estudado francês (rs)?

      Excluir
    3. Quem foi que disse que não tenho asas? Os versos são as asas do poeta e o coração passarinho, faz da poesia o seu ninho. O resto passa. O poeta, passarinho.

      O clima precisa ser moderado, nem frio demais nem quente em demasia. Como o sentir. Precisa estar no ponto certo.

      Confio no tempo, é ele o grande artífice da vida. Não podemos alçar o olhar para além do presente... O futuro, quem sabe? ... E a felicidade...

      https://www.youtube.com/watch?v=oE-fHn4gTEk

      Um caminhão virou um pacotinho? Quero não... Rs rs rs...

      https://www.youtube.com/watch?v=PaLt7M3V7b8

      Estou precisando é de...

      https://www.youtube.com/watch?v=7SxRCcu7O28

      Ou, voltando ao tema da poesia...

      https://www.youtube.com/watch?v=VqVwY5PJNGw

      Francês? O que é isso? Rs rs rs...

      Inté!

      Excluir
    4. Digo eu. Tu não és passarinho. Sim, com a poesia podemos ser e fazer tudinho.

      Sabes que tudo "no ponto", não existe. Existem aproximações, somente, o resto é utopia.

      Não confies só no tempo. Tu também tens de ser o fazedor. Qualquer sentimento, qualquer bem não chega a nós, sem que façamos por isso.

      1º vídeo - uma letra linda. O Fábio é/era lindo de "morrer e beijava tão bem (infelizmente, nunca contracenei com ele), aliás, já disse isso aqui em teu blog.

      2º - Ora, um beijo só se concebe a dois, né? Logicamente que tu tens de fazer parte do beijo e olha que não sei quem é o principal "obreiro" (rs). Uma canção razoável.

      3º - Adorei a música e a letra, mas tive que pesquisar, exaustivamente, o significado de xodó, porque não fazia a mínima ideia de seu significado. Com que então, o menino precisa namorar, precisa de carinho, festinhas e etc. Pois, tu não és de ferro, embora, por vezes, queiras demonstrar que o és. Eu imagino essa luta interna, ou seja, entre a forte vontade, o desejo e o amorosamente correto.

      4º - Uma bela letra e muito bem interpretada. Uma estrela há de surgir em tua vida, caso não tenha já surgido. Quanta mulher por aí: Sandra, Sara, Vânia, Tânia, Ana, Joana e sei lá que mais.

      Francês é um idioma, uma Língua, que eu gostaria, que tu aprendesses, mas tu, tal como todos os homens, és um tantinho teimoso. É próprio da espécie (rs).

      Je te désire une bonne journée, de beau soleil et de beaux rêves, la nuit.

      Je t' embrasse. Bisous. Bises. À tout à l'heure.

      Excluir
    5. Não sejas estraga prazeres, deixe-me "voar", ser teimoso, "homem de ferro"... Rs rs rs...

      Sei que o tempo não lida sozinho, não o que nos cabe lidar...

      Não estou com paciência para estudar nenhum idioma. Um dia, talvez...

      Bons sonhos, sol belo e bom dia para ti também. Beijos. Inté!

      Excluir
  5. Olá amigo Antônio, mais uma bela participação, sua estrela continua brilhando e seus versos cada vez mais lindos! Parabéns, iniciaste o ano 2018 com uma perola de poesia participando desa BC. Parabéns amigo, feliz ano novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na constelação de versares dessa BC, o que brilha é a interação, o intercâmbio de poesia e amizade.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  6. Olá, Antônio!
    O amor está no ar e nunca sairá do ar ou de moda ... eis que esta todo coração inquieto e sonhador !
    Foi uma das mais lindas que já li por aqui ... digo pelos versos cadenciados e cheios de belos pulsares ...
    O amor é mesmo ungindo...
    Seja muito FELIZ e abençoado !
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A beleza está no amor, que alça os ares e nos preenche de inspiração.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  7. Belos enamorados que brotam desta viagem pelas estrelas, orientados pela Cadente sem sua ligeira passagem pelos céu. Haverá sempre um olhar sensível para se enamorar de uma noite estrelada. Que o amor esteja sempre no brilho do olhar e explodindo nos corações.
    Abraços amigo e semana feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enamorados e enamoradores tempos, visitem pensares e sentires em um mundo melhor em um ano verdadeiramente novo. Feliz 2018!

      Um abraço.

      Excluir
  8. Antonio!
    Poemas sempe inspirados e regados a músicas maravilhosas!
    Você é o verdadeiro poeta, parabéns!
    Novo Ano repleto de realizações!!
    “Que a paz, a saúde e o amor estejam presentes em todos os dias deste novo ano que se inicia. Feliz Ano Novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2018/01/divulgacao-cultural-04-17-poetizando-e.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Rudy. Por tão generoso comentário. Tudo de bom para ti também. Feliz 2018!

      Um abraço.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...