Ciclos, reciclos - A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!



Clique para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site.

domingo, 22 de abril de 2018

 

                    Ciclos, reciclos              

     

Ciclos da vida no reciclo do tempo, transformando, transmutando. Vivificando!


Antonio Pereira Apon.


Paisagem onde a natureza desabrocha, como se a vegetação verde cobrisse a seca.Uma jovem radiante, ergue os braços e sai um rastro de luz em forma de estrelinhas ou borboletas.


No blog Filosofando na vida, a professora Lourdes nos convida a escrever uma frase, verso, poesia, pensamento, mensagem… Sobre uma imagem postada a cada fim de semana. Acima, a imagem sugerida. Abaixo, a minha trigésima segunda participação nessa “brincadeira” intitulada: Poetizando e encantando.


Selo de participação no Poetizando e encantando.

Fecundo chão,
flor da lida,
brotar da vida;
ciclo do sim,
reciclar do não.
Verdejante versejar,
vicejar!
Linda vida reflorida,
desmentida aridez;
paisagem cinza colorida,
almejada placidez.
Sorrir chorar,
permanecer, morrer,
plantar colher;
ciclo, reciclo. O viver.
Transformar, transmutar,
ressignificar o existir.
Seca e floração,
ciclos, reciclo de cada estação.
Telúrica alquimia,
para além dos quatro elementos;
Terra e nós;
harmonia!





Nossas participações no "Poetizando e encantando":


   
 
 

33 comentários:

  1. Bom dia. Sempre delicioso ler as palavras poéticas aqui neste tão bonito cantinho. Deliciei-me
    .
    * Cavalo e Amazona - amizade sem tempo ( Poetizando) *
    .
    Cumprimentos poéticos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deliciosa é a inspiração que a todos envolve nessa bela BC.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  2. Bom dia amigo Antônio!
    Mais uma linda poesia e com o áudio ficou encantadora.

    Fecundo chão,
    flor da lida,
    brotar da vida;
    ciclo do sim,
    reciclar do não.

    Solo fecundo onde brota a vida em toda estação...
    Bela inspiração, parabéns amigo e muito obrigada por mais uma vez participar desta BC.
    Tenha um abençoado domingo, seja feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a vida em seu incontido, contínuo transformar, renovar, poetizar e encantar.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  3. Ciclos, ciclos...Sempre nos fazem pensar. Participaste lindamente! abraços, ótima semana,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ciclos do tempo, reciclar da vida. Pensar, repensar, mudar, se preciso for.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  4. Bom dia amigo Antônio! Da prazer em vir aqui apreciar, ler e ouvir sua linda poesias . A vida que segue em harmonia a cada estação.Parabéns por mais essa majestosa participação. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viver é isso; mudar, transformar, buscar sempre o melhor. Renovar, fazer florir.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  5. Ciclos & reciclagens... É a busca da harmonia na adaptação pela vida na vida que traçamos por nós. Bênçãos de Luz e de Paz!
    Célia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Traçar o nosso melhor a cada momento, reciclando o pensar, sentir e agir na construção do bem, em nós e ao nosso redor.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  6. Olá amigo Antônio! Ciclo da vida verdejante ou vercejar. Linda poesia com rimas que nos encantam.
    Que você continue com essa harmonia em seu poetar e seja muito feliz. Obrigada pelo incentivo a aluna Mariana. Agradecemos muito! Abraços, feliz Domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A natureza a nos inspirar, florir em versos, querendo, tentando poetizar e encantar.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  7. São ciclos da vida que devemos passar.
    Belas palavras e participação Antonio!
    Bjs e obrigada pela visita e comentário.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo passa, e nós, passageiros que somos, precisamos aprender a reciclar.

      Um abraço.

      Excluir
  8. "Transmutar sempre...
    Desmentida aridez"...
    Olá, Antonio!
    Preciosidades que só os poetas percebem com sua sensibilidade e nos ofertam em forma de versos...
    Música sempre bonita acompanham suas postagens em conformidade com o postado e dando ao poema mais beleza...
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A poesia recicla a realidade, versando a busca do bom, do belo e do melhor.

      Um abraço.

      Excluir
  9. Oi Antonio!
    Parabéns por mais uma linda poesia!
    A Natureza é fonte inesgotável de inspiração!
    Feliz semana! Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A natureza e a inspiração se confundem na grande arte da criação, na poesia impressa pelo Criador em tudo que nos cerca.

      Um abraço.

      Excluir
  10. Que maravilha amigo este inserir-se na natureza com todos os seus processos em gerar vidas e assim se encantar com os movimentos desta e sentir na pele o toque do vento, do pouso de uma borboleta, o perfume que vem no vento, o êxtase de ser parte desta natureza generosa para com os sensíveis. Belo trabalho nesta linda interação onde o poetizar vem como águas de um rio descendo para o mar.
    Abraços amigo e uma boa semana de paz e harmonia.
    Alegria em cada dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos parte da natureza, não estamos à parte dela. Nela está a inspiração e toda arte, ela a obra-prima da criação a nos inspirar, acordar na busca do bom, belo e melhor.

      Um abraço.

      Excluir
  11. olá, tonico...

    grata, mto grata pelas tuas simpáticas, inteligentes, meigas e conselheiras palavras no meu blog. Agradeço, também, o link de música francesa, que me enviaste e que já voltei a escutar.
    SI DOUX (tão doce)!

    li teu poema e fiquei com olhos de vida. tudo pode ser perfeito. basta querer.

    beijinho, menino...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabes que não há o que agradecer. E sim, tudo é possível. Acreditar, sonhar, fazer acontecer. Eis a rota.

      Quero te recomendar esse post do blog da Ângela, que participa da BC da Lourdes. É sobre Salvador comparada a Lisboa. Achei legal, tem vídeos que mostram um pouco da cidade. Veja o link:

      https://portugalredecouvertes.blogspot.com.br/2018/04/salvador-ressemble-lisbonne.html

      Está em francês.

      E aprendendo o idioma:

      https://www.youtube.com/watch?v=E53N-fb3lRE

      Um abraço soteropolitano.

      Excluir
    2. sei. e um abraço paga e diz tudo.

      o sonho comanda as nossas vidas, felizmente.

      Já conheço o blog, os blogs da Ângela, aliás, ela tem 3 blogs e já os comento há tempo, e ela o meu, mas fizeste mto bem em me dizer. Afinal, se tratava de tua cidade. Vi os vídeos com mta atenção e interesse. Gostei mto.

      sabes k sempre achei S. Salvador da Bahia uma cidade fora do comum, diferente das outras cidades brasileiras e com mtas influências portuguesas e africanas, naturalmente.

      Os monumentos, o pelourinho, enfim, tanta História conjunta... Eu sabia que tua cidade tinha sido a 1ª capital do Brasil. Agradece a Tomé de Sousa, vá -rsrs.

      por que é que algumas baianas vestem aquelas roupas bem rodadas. Influência de África... tu, numa foto k tens em teu blog, eras mais jovem, acho, tb tens vestido uma espécie de djelabba. É isso...

      Adorei o vídeo "Au clair de la Lune", k já conhecia dos tempos da escola. E até sei a letra de cor. À luz da lua tanta coisa boa e bonita pode acontecer. Pierrot quer Colombina e vice-versa.

      Nasceste e vives na Bahia, daí esse abraço tão patriótico e orgulhoso.

      bisous.

      Excluir
    3. Amizade, sonho, poesia... Detalhes que fazem a vida sorrir.

      Salvador é uma cidade singular, foi a primeira cidade planejada do país e Tomé de Souza já veio com essa incumbência. A princípio, uma cidade fortaleza para prevenir invasores, daí, hoje temos uma metrópole em "dois andares": cidade alta e cidade baixa.

      As baianas que vendem acarajé e outras iguarias da culinária africana, costumam vestir-se dessa forma, que já virou um ícone, símbolo representativo da baiana típica, patrimônio imaterial do estado.

      Eu? Nunca vesti nada disso não, nem conhecia essa indumentária, tive que pesquisar no Google.

      Apesar de todos os pesares e de toda a pouca vergonha que aqui impera, eu amo meu país, meu estado e minha cidade. Espero que as coisas melhorem e nossa terra possa brilhar com toda a sua luminosidade, livre das trevas politiqueiras.

      Um abraço sem dendê.

      Excluir
    4. sem dúvida.

      sinto o mesmo e não sou daí.

      agradeço tua explicação sobre o vestir das baianas, k vendem acarajé - não sei o k é.

      me parecia. pronto, está explicado.

      é mais k natural. nosso país é tudo.

      abraço sem dendê? que significa dendê? já estive pesquisando, mas encontrei dois significados.

      Excluir
    5. Em bom baianês: Salvador é porreta, é o bicho!

      https://www.youtube.com/watch?v=Tpz0PudPa2M

      Dendê é o azeite do dendezeiro, ingrediente fundamental da culinária baiana como visto no vídeo.

      Mandei um abraço sem dendê, pela sensibilidade do seu estômago. Dendê é sinônimo de comida pesada.

      Pois é, não sou chegado a trajes exóticos...

      O problema do Brasil são os maus brasileiros, que infestam, sobretudo, a política.

      Um abraço com frescor matinal.

      Excluir
    6. ah, seu brasuquinha -rs.

      agradeço tuas informações e as do vídeo.

      sim, meu estômago e intestinos são mega, híper sensíveis. há mais de um ano, que não como batatas fritas, nem algo frito. pra mim, tudo tem de ser soft.

      estás mto bem na foto. casual, mas com nível.

      como em todo o país, mas como teu país é grandão, então há maior quantidade de gente ruim.

      um abracinho fresquinho -agora estão 8º graus.

      Excluir
    7. Portanto, nada de dendê. Se algum dia vieres à Bahia, só água de coco. Rs rs rs...

      Excluir
    8. isso mesmo. nem água de coco posso beber, pke é docinha e meu pâncreas é esquisito -rs.

      Excluir
  12. gostei de o conhecer António ! muito obrigada pelas palavras de apoio que deixou no meu bloguinho de poesias :)
    também gostei da sua interpretação, o encadear de palavras que seguem um ciclo de vida :)
    deixo aqui o link do meu outro blogue, convido-o a visitar, o temo de hoje tem a ver com Salvador da Bahia !
    não conhecia tampouco a sua ligação com a Bahia
    https://portugalredecouvertes.blogspot.pt/

    tem o tradutor que ajuda para o versão em português !
    abraço
    Angela


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saiba que a recíproca é verdadeira.

      A vida é feita de ciclos e neles vamos nos transformando na busca do melhor.

      Eu sou baiano, soteropolitano e gostei muito do seu post.

      Um abraço.

      Excluir
  13. Antonio!
    Nossa!
    Reciclar e transmutar, amei isso, és mesmo bem inspirado e culto.
    Parabéns!
    “Os piores estranhos são aqueles que vivem na mesma casa e fingem que se conhecem. Conversam banalidades, mas nunca o essencial.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2018/04/divulgacao-cultural-54-32-poetizando-e.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Transformação sempre para o melhor para dar novos e belos significados à arte do viver.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...