Acróstico da mulher negra              

em quarta-feira, 25 de julho de 2018



25 de julho foi adotado no Brasil como dia da mulher negra, pela Lei nº 12.987/2014, tendo como Inspiração o Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, 31 de julho (desde 1992).


Antonio Pereira Apon.


Mulher Negra, pintura de Albert Eckhout.


Mulher negra,

ubíqua personagem,

louvável inspiração;

heroína da vida real,

esteio e acolhida,

rica vida.


Negra flor, negra dor,

essência de toda cor;

guerreira da raça,

raça humana,

amor!





Leia abaixo alguns de nossos escritos tendo a mulher como tema:


Mãe Terra.



Leia outros de nossos acrósticos:


10 comentários:

  1. Olá, Tonico!

    Mas, te pergunto, o DIA MUNDIAL DA FÊMEA (rs) não é pra todas? Brancas, beges, negras, amarelas, às bolinhas e ás riquinhas -rs?

    Gostei do Acróstico, mas mulher negra sofre mto, sempre sofreu e lá vai conseguindo levar a cruz ao calvário.

    Bises, mon ami!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo simples fato de serem mulheres, todas já sofrem no Brasil e as negras ainda mais. Preconceito, machismo, racismo e todo tipo de babaquice. Em tese, bastaria um dia para homenagear todas as mulheres. Mas... Prefiro não entrar nessa discussão. Coisas de nossas efemérides.

      https://www.youtube.com/watch?v=122kwdWN-v0

      Inté!

      Excluir
  2. Isso mesmo. Mulher, seja de k cor seja, ainda é discriminada, infelizmente.

    A música e a letra são bem fortes e verdadeiras.

    Boa noite de sono e sonhos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que venha o empoderamento feminino! Para banir o machismo caquético e babaca.

      https://www.youtube.com/watch?v=a9ElBc0VPzY

      Bom dia! Bom sábado! Bom fim de semana!

      Excluir
    2. Não conhecia essa canção da fantástica e revolucionária Rita Lee. Mto bom!

      Excluir
  3. Olá António,
    puro romantismo nas análises tão justas da situação das mulheres e uma bela homenagem :)
    muito bom, tudo certo e os flagelos que todos os dias saltam para a vida de tantas mulheres já deveriam estar fechados há muito tempo no baú dos horrores,
    infelizmente não é assim, e todas as boas vontades, todas as mãos da justiça deverão juntar-se e banir esses malvados maus tratos…
    obrigada António, por este momento de partilha
    Angela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tarda um basta, diante de tantas aberrações machistas, já passou da hora de gritar um sonoro, não!

      Um abraço. Tudo de bom.
      💙 Falando de mulher #FelizDiaInternacionalDaMulher.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..









Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...


Topo