Meu pôr do sol - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!




Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

domingo, 28 de outubro de 2018

 

                    Meu pôr do sol              

     

... dia finda, infindo o meu olhar; do cais de mim, contemplo o infinito a me contemplar. Eu. que nada sei, que um tanto almejo, nesse meu desejo de me encontrar...


Antonio Pereira Apon.


Impressao, nascer do sol, pintura de Claude Monet.


O pôr do sol a não se pôr,

da Terra o giro,

crepúsculo e alvor.

O dia indo,

colorido descolorindo...

Já é tardinha,

o dia finda, infindo o meu olhar;

do cais de mim,

contemplo o infinito a me contemplar.

Eu. que nada sei,

que um tanto almejo,

nesse meu desejo de me encontrar.

Giro da Terra,

girar da vida,

meu sol, que sempre está lá.

Apenas finge que anoitece,

pra fingir que amanhece;

empresta um novo dia ao meu olhar.



   
 
 

22 comentários:

  1. Bom dia:- A beleza do pôr do sol a gerar POEMAS maravilhosos como este aqui. Gostei muito.
    .
    * Coração que nunca amou *
    .
    Cumprimentos poéticos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pôr e o nascer do sol são pinturas de preciosa inspiração, versos escritos por Deus sobre a linha do horizonte.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Girar da vida.

      Excluir
  2. Boa Tarde, amigo Antonio!
    Pedir emprestado um novo amanhecer em nosso coração para mais amar e servir.
    Gostei disso e é preciso.
    O pôr do sol e o seu nascer são belos e nos encantam por serem naturais e puros.
    Deus o abençoe muito!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanhecer em positividades, renovando e renovando-se, como o sol de cada crepúsculo a ressurgir em cada alvor.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Girar da vida.

      Excluir
  3. Boa tarde! Fantástico, maravilhoso poema!! Amei!!

    Desfolhando memórias...
    Beijos e uma excelente semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fantástico poema pintado por Deus na paisagem da manhã, da tarde, da vida.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Girar da vida.

      Excluir
  4. Como a natureza em sua perfeição nos inspira e nos brinda com poemas plenos de poesia como esse.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A natureza é fonte de inspiração e toda poesia.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Girar da vida.

      Excluir
  5. Que poema romântico! Já estiveste com tua amada no nascer ou no pôr do sol? Olha k ela gosta. Ela me disse - rs.
    A convida para saírem juntos para sentirem a beleza do astro rei, tanto ao chegar, qto ao partir.

    A pintura e Monet mostra o pôr do sol sobre o mar e tu sabes o k eu sinto pelo mar. Vou me abstrair da água e pensar só na beleza das cores da linha do horizonte e do astro rei.

    Abracinho, menino!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que ela vai? Que vai "ouvir" o pôr do sol?

      https://www.youtube.com/watch?v=YVJijQIualA

      Será que ela fica? Ou vai, vai, vai...

      Um abraço solar.

      Excluir
    2. Bem, creio k sim. Não custa nada tentar.

      Se for sensível, atenta e tiver espírito poético, ouve e até se deixa embalar no sabor e na cor do pôr do sol.

      Se ela estiver envolvida, ah, ela fica, fica.

      O cantor do vídeo acima é um pão e a melodia é mto agradável. Um hino ao sol. Que ele venha para animar a gente (esse é dos meus).

      Abraço quentinho (tu és friorento, então, tá bom -rs)

      Excluir
    3. Então só falta arrumar uma ela para convidar a ficar contemplando o sol. Por onde andará? ...https://www.youtube.com/watch?v=asuvs3FxXzQ

      😎 Inté!

      Excluir
    4. Isso mesmo. Se na Europa, há 7 mulheres pra cada homem, estatisticamente, então no Brasil deve haver 21 -rs. Cadê a tua? Bem, teu país é enorme e é natural, que esteja algures.

      Gostei de Caetano, k é um cantor, k nunca colocas, aqui, rs e o amor olhou só pra "ti", agora é ir correndo atrás dele, pke somos nós k temos de fazer tb pela vida.

      Bom feriado e tudo de bom.

      Excluir
    5. Cadê esse mulheril todo? Só quero umazinha. Rs rs rs...

      De fato menina, quase nunca, quase sempre coloco um clip de Caetano num comentário. Rs rs rs...

      O feriado é na sexta.

      Inté!

      Excluir
    6. Ó meu querido, elas estão por aí. Se fosses árabe, poderias ter/casar legalmente com três, mas no Brasil e na Europa, apenas uma, mas nem essa uma surge, né -rs?

      Então, bom feriadão. Até logo!

      Excluir
  6. Momento mágico em seu poema cantando o "pôr do sol"! Parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pura magia a pintura impressionista de cada amanhecer, do sol a se pôr.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Girar da vida.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...