A dor da pedra humana - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Siga-nos

Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

A dor da pedra humana

Publicado em segunda-feira, 20 de abril de 2020



... Indiferente, a dor, segue o desiderato de esculpir o homem novo; a contragosto da má vontade humana, ela vai lapidando a brutalidade ignorante, transformando em raridade a pedra mais vulgar...




Escultor trabalhando. #PraCegoVer

A dor é como o artista, que fere a pedra, para extrair, revelar a arte nela implícita. Desbasta, cinzela, esculpe… Com a bruta pedra humana, não é diferente. A dor, como a mão do escultor e suas ferramentas, vai retirando os excessos egoicos, aparando arestas comportamentais, desfazendo vícios e maus costumes, polindo a aspereza, aplanando o entendimento, ajeitando imperfeições arraigadas; talhando, entalhando transformações, modelando convicções, esculpindo a maturidade do ser...

Como no ditado que diz: “Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”. As lágrimas, pouco a pouco vão penetrando a rigidez pétrea, esculpindo sulcos, tal qual as águas do rio, a transformar as pedras ribeirinhas. Certamente, se tivessem vontade e voz, elas, as pedras, reclamariam revoltadas, lamentariam, se insurgiriam contra a dor...

O ser humano, arraigado a velhos usos e costumes, ensimesmado em seus mais estimados defeitos, acomodado em suas vontades viciosas, aclimatado na província do menor esforço, entorpecido pelo ego e seus tantos “ismos”. Intenta levar a vida, como as pedras adormecidas do caminho, estacionadas na inutilidade, estagnadas no desserviço… Quando visitado pela dor que o arranca da inação enfermiça, o homem, irra cível esbraveja, se debate, combate, se aborrece e lastima o incômodo de desacomodar; culpa a Deus e todo mundo por suas vicissitudes. Indiferente, a dor, segue o desiderato de esculpir o homem novo; a contragosto da má vontade humana, ela vai lapidando a brutalidade ignorante, transformando em raridade a pedra mais vulgar.

Deus põe dois escultores à serviço da vida: o amor e a dor. Porém, grande parte da humanidade, desdenha dos préstimos do amor, o impedindo de exercer seu ofício transformador. Assim, resta à dor, que se impõe aos que tardam petrificados em suas ilusões.


Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:



10 comentários:

  1. Boa noite de paz, amigo Antônio!
    Todos estamos petrificados por está Pandemia horrorosa que abalou o mundo e tenta a cada dia nos matar aos poucos. De todas as formas, de todo jeito...
    Todos os dias as lágrimas combatem de mim com a esperança.
    Um dia elas a detonam, mas, pela fé, imediatamente, sou seguida pela Mão do Alto que me ergue e me acalenta toda dor que todos sentimos.
    E impossivel ficar imune a todo este horror, por mais duros que sejam nossos corações.
    Tenha dias abençoados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As águas do tempo, engrossadas pelas lágrimas desse dolorido aprendizado, moldarão as pedras do caminho, esculpindo tempos novos que virão, com certeza. Que a fé e esperança norteiem nossos passos para o alvorecer de um futuro mais humano, pleno de amor.

      https://www.youtube.com/watch?v=YkEMEFvVMjQ

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir
  2. Querido, obrigada por chegar lá no meu blog...venho retribuir pela gentileza e estava com muita saudades de todos vcs blogueiros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Encontros e reencontros gravados nas pedras da blogosfera, que em prosa ou verso vão esculpindo palavras.

      https://www.youtube.com/watch?v=syzIi09tasM

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir
  3. Boa tarde, Apon!
    Um texto muito sentido e intenso! Adorei ler!

    -
    Ventos que me beijam o pensamento.
    -
    Beijos e uma tarde feliz!

    ResponderExcluir
  4. Concordo inteiramente com o espírito da sua postagem.

    Que todos sejamos poupados à dor...´

    O meu abraço, Amigo António.
    ~~~~~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolher entre o amor ou a dor para esculpir nosso desiderato, é questão de maturidade consciencial.

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir
  5. A pedra é irracional ...o humano pensa e se rebela diante da dor, mas algo aprende ... creio , mas tenhamos a esperança que seja lapidado e moldado no amor, se compreendeu onde está o amor, onde começa...se não sou amor ,como dar amor? Belo texto bem na linha do que penso.Grata pela ilustre visita.bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amor é o grande artífice da vida, quando a bruta pedra humana se permite lapidar.

      https://www.youtube.com/watch?v=1Uhbb3KiBdA

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.





Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



|Siga-nos|Livros|Clima e cotações|Faça uma doação|



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.





Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM