Poema sem inspiração - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Conversa

Numa conversa , o viver versa, proseia, a vivência se dá a conhecer. hÁ tanto tempo te conheço e tanto te desconhecia... Só agora compree...

Poema sem inspiração

Publicado em domingo, 3 de maio de 2020



... Tem dias que finge que não chega, mas, se achega em seu não chegar; surpreende em quando falta, não faltar. Está em tudo e todos, em qualquer lugar, em toda parte, na sua transcendente arte, inspirar...




Moça no jardim de Giverny, pintura de Monet. #PraCegoVer

Acordei desinspirado:
Nem o frescor da alvorada,
a lembrança da mulher amada;
o barco que navega no horizonte,
a orvalhada flor a mim defronte…
Tá faltando inspiração.
Nem a viralidade pandêmica,
a autoridade polêmica;
a alegria e a tristeza,
pobreza, a vã riqueza…
Tá faltando inspiração.
Nem o mar que rima amar,
o templo nem o bar;
falar, ficar calado,
o exposto e o guardado…
Tá faltando inspiração.
Nem a lágrima ou o riso,
um inferno, um paraíso;
o doce e o amargo,
profano ou sagrado…
Tá faltando inspiração.
Nem a chuva ou a estiagem,,
o que fica, o de passagem;
o terreno e o divino,
música, canto, hino…
Tá faltando inspiração.
O colorido voar da borboleta,
o pintor, as cores da paleta;
a dor e a ventura,
a benesse, a agrura...
Tá faltando inspiração.
A ciência, arte e cultura,
o negrume e a alvura;
o dia e a noite,
o afago e o açoite…
Tá faltando inspiração.
A realidade e a novela,
o bairro “nobre” e a favela;
a doença e o remédio,
o ânimo, o tédio...
Tá faltando inspiração.
Bem e mal,
açúcar e sal;
o que farta e o que falta,
a queda, o que está em alta…
Tá faltando inspiração.
A notícia, o jornal diário,
a suruba no plenário;
o velho circo e pão,
tacanhez e amplidão…
Tá faltando inspiração.
O oásis e o deserto,
Quem tá longe e quem tá perto;
o domingo e o feriado,
o dia útil, o inutilizado…
Tá faltando inspiração.
As nuvens que brincam no céu,
as coisas peraltas no chão;
o desvelado, o escondido sob o véu,
o que mal se arrasta, o voar feito avião…
Tá faltando inspiração.
A saudade, a vontade,
todo o bem, tanta maldade;
o passar, o não passar do tempo,
a brisa, o tormentoso vento…
Tá faltando inspiração.
A mácula e a pureza,
a dúvida e a certeza;
o ônus da vida,
o bônus da lida...
Mas, como é mágica essa moça!
Nesse poema desinspirado, descobri:
quando a inspiração falta,
não falta o inspirar.
Ela versa a própria ausência,
a não presença, autossuficiência;
onipresente inspiração.
Tem dias que finge que não chega, mas, se achega em seu não chegar;
surpreende em quando falta, não faltar.
Está em tudo e todos, em qualquer lugar,
em toda parte, na sua transcendente arte,
inspirar.
Não tá faltando inspiração.

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:



6 comentários:

  1. Bom dia de Domingo, amigo Antonio!
    Ela vem... De mansinho... Quando menos esperamos...
    Como ocorreu aqui com você e se faz soberana a "dissimulada"... Gosta de ser esperada.
    Tenha dias abençoados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Muito triste mas naturalmente belo! :)
    -
    Carrego no colo a saudade

    Beijo e um excelente dia para todas as Mães.
    Fique em casa.

    ResponderExcluir
  3. Agora imagine-se se tem acordado inspirado
    .
    Um domingo feliz
    Um dia de amor para todas as mães
    Cuide-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que tem dias em que a inspiração finge não chegar, se esconde, foge, tem que se ir buscar.

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM