Português sem Portugal - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Uma boa notícia, é sempre uma notícia boa

Nesses tempos em que sobrevivemos sob um temporal de notícias ruins, onde tudo parece perdido e até a esperança definhar, ameaçada por me...

Português sem Portugal

Publicado em terça-feira, 4 de agosto de 2020


Jorge Portugal. Professor, escritor, compositor, grande nome da cultura. #PraCegoVer

Essa vida finda, que é pro homem “infindar”;
chora triste a flor do lácio,
jaz com Jorge, predestinado Portugal.
Singular no português,
plural “baianês” universal;
na prosa e na poesia,
letra, melodia,
etnia multicultural.
Do recôncavo pro convexo mundo,
pensador fecundo.
Hoje:
cala “A alegria da cidade”,
silente “A massa” num “Amor de matar";
filosofia pura”, coisa que “Só se vê na Bahia”.
"Vá pra casa esse menino, viu?
a “Vida vã”, “ “Assim como ela é”…
Um “Baião pisado”, “Coió da Anália”…
Mas, “Brasileiro, profissão sonhar”.
Hoje:
A “Vila do adeus” mal “Iluminada”,
triste Bahia, “Menino triste”, “A beira e o mar”...
O professor foi “Aprovado”,
vai ensinar, compor, criar… Para além daqui.
Por cá?
“Português (agora), é sem Portugal”.

Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:



2 comentários:

  1. .Elogio a inspiração e criatividade inserta no texto.
    .
    Saudações poéticas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com perdão da imodéstia baiana, um talento como Jorge Portugal, só se vê na Bahia. vai fazer muita falta na educação, cultura, na vida inteligente e pensante.

      https://www.youtube.com/watch?v=efcleBjw42I

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM