Carecemos de árvores - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Uma boa notícia, é sempre uma notícia boa

Nesses tempos em que sobrevivemos sob um temporal de notícias ruins, onde tudo parece perdido e até a esperança definhar, ameaçada por me...

Carecemos de árvores

Publicado em domingo, 20 de setembro de 2020


Raios de sol na floresta. #PraCegoVer

Precisamos de árvores,
de floresta, pra dar flor e frutos dar;
pra refrescar a vida, refrigerar a lida,
desestressar, o planeta “desestufar”.
Para harmonizar o clima,
o ritmo circadiano bem tocar;
pro brotar da nascente,
pro não ocaso da gente,
para um novo tempo alvorar.
Pro meio ambiente rimar mais com a gente;
pra não nos pormos à parte, assumirmos ser parte,
insano malquerer, desapartar.

Amazônicos irmãos da Caraúba,
Caroba, Andiroba, Cajuaçu;
Tatajuba, Açaí, Matamatá, Maçaranduba,
Abricó, Bacuri, Bacaba, Sumaúma,
Beribá, Castanheira, Buriti, Copaíba,
Guaraná, Ingá e Jatobá;
Mogno, Murici, Pau-d’arco, Taperebá,
Ipê-amarelo, Urucum, Pau-rosa, Pucumã, Seringueira,
Pupunha, Piquiá, Vitória-régia...
Herdeiros da atlântica mata,
deserdados pelas queimadas, a sanha que desmata;
o pantanal que arde,
cobarde infâmia, depredar.
Precisamos de árvores:
pro carbono reter,
para a chuva poder bem chover,
para a estupidez não vencer!
Para a fauna e toda a flora,
pro futuro que se planta agora;-
pra dar vida ao concreto da concreta inconcretude,
pra na cidade ter guarida o porvir e sua aurora,
pro agro, o de verdade, se sustentar.

Não precisamos:
do oportunismo grileiro,
do posseiro, o anacrônico garimpeiro;
do político desonesto,
do negacionismo embusteiro,
do estimulante mal exemplo da autoridade,
da insanidade farsante;
do progresso antropofágico da maldade,
retrocesso ideológico da razão...

O que desmata, mais que árvores, mata bicho, mata gente. Mata a gente!
Precisamos de árvores! Árvores a mancheias!

Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:


6 comentários:

  1. Trocadilhos entre palavras sempre, quando bem escritos, como estes, bonitos de ler.
    .
    Um domingo feliz
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos resgatar a poesia das árvores, a inspiração e transpiração das florestas. Para que a vida suplante a insânia desumana e devastadora.

      Um abraço. Tudo de bom.
      💙 Literatura para pensar e sentir com a arte da vida.

      Excluir
  2. Bom dia de domingo, amigo Antonio!
    O pantanal que arde,
    cobarde infâmia, depredar.
    Amanhã farei uma postagem ao nosso amado Pantanal.
    Seu post será citado.
    Passarei o link.
    Muito linda a foto que ilustra e senti até o carlorzinho dos raios solares na medida certa.
    Aqui está nublado hoje.
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse prelúdio de primavera, tristemente enfumaçado pela insãnia desumana e desgovernada, temos que postar, gritar, bradar em favor da vida e pelo mínimo de cuidado, verdade e decência. Respeito à natureza, é questão de inteligência e sensibilidade humana, coisas tão escassas ante a estupidez incendiária e burra que abunda, devasta e entorpece.

      É sempre uma honra participar dos seus mosaicos criativos, que reunem prosa, poesia e música. Obrigado.

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir
  3. Boa tarde, Apon!
    Muito obrigada pela sua publicação/poema, fantástico. Amei!
    -
    Vagueávamos nas ondas do mar
    -
    Beijos, e um excelente Domingo!

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM