Amor à moda antiga


Poético, romântico tempo, qual vento de outrora, aurora de nós dois; um amor puro, djavaniana canção, soprar de imorredoura inspiração. Nosso sonho...


Casal de namorados, trajados à moda antiga, deitados na relva, cercados por exuberante natureza. #PraCegoVer

Nos sonhei num outro tempo,

pintura onírica de nós dois.

Como antigamente,

a gente:

Namorados enamorados;

inspirados,

integrados na natureza ao derredor.

A mão na mão,

versejar da estação,

do bem-me-quer o bem querer,

versos de um amor puro,

“djavaniana” canção.

A poesia nos abraça,

nos enlaçam emoções;

amor á moda antiga,

aliançar de corações.

Tempo de outros tempos,

regressão em sonho,

vento que refresca o presente tempo,

poética inspiração.


Rosa vermelha num gradil antigo.


Se ainda não se inscreveu, inscreva-se em nosso canal Apon na arte do viver., clique no sininho para escolher receber nossas notificações, ser avisado(a) dos vídeos novos. E não esqueça de dar seus likes. Conto com você! Obrigado.

Antonio Pereira Apon

Autor do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Procurando escrever em prosa e verso com a arte da vida.

22 Comentários

Obrigado por sua visita. Agora que terminou a leitura, que tal deixar seu comentário na caixa de comentários abaixo? Sua interação é muito importante. Obrigado.

  1. Lutar pelo amor é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor.
    (William Shakespeare)

    Boa tarde de Outono, amigo Antônio!
    Não poderia faltar à alusão ao Amor à moda antiga, inspirado na temática árcade, onde ele é ressaltado com prazer e enamoramento de conquista de alma, longe de flertes baratos e incômodos.
    "Namorados Enamorados"... que bonitos são!
    Inspirados na natureza, integrados nela e no ardor encantador.
    O bem-me-quer fazia parte indispensável do contexto amoroso dos casais de outros tempos como símbolo 'obrigatório' do coração...
    Bons ventos nos levem à regressão dos sonhos mais lindos que vivemos.
    Ficou muito romântica sua participação.
    Muito obrigada pelo seu carinho incentivador.
    Tenha dias abençoados e que seu casamento seja "à moda antiga": com Amor.
    Abraços fraternos de paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amor verdadeiro é atemporal, não perde a poesia, não se perde entre os modismos dos afetos fugazes. Sem ser mero "ficante", verdadeiramente fica.

      Dias bons.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
  2. |Adorei o "nos sonhei em outro tempo"...
    Lindo sonho e poesia!
    Bela participação! abraços, lindo fds! chica

    ResponderExcluir
  3. Obrigada ! meu amor puro! Lindo nosso amor! Deus nos abençoando sempre! Te amo! ❤

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, amigo Apon
    Amor de outros tempos com as suas características próprias
    de demonstração. Mas o coração a sentir do mesmo modo nos
    tempos que correm.
    Muito obrigada por esta bela leitura da imagem e pelo primoroso
    poema.
    Grande abraço
    Olinda

    ResponderExcluir
  5. Também gosto de amor assim!:: ))
    Bom lembrar numa bela poesia...
    Tudo de bom, estimado António.
    O meu abraço
    ~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  6. Boa noite António ,
    Um poema de amor lindíssimo, que apesar de outros tempos, quando puro e verdadeiro se mantém pela eternidade.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  7. Sou do amor à antiga, da inocência , do aperto de mão, pura emoção. O amor é eterno. Parabéns pelo poema! Já o sigo!

    ResponderExcluir
  8. "É divino e sagrado..." Muito bonito meu amigo. Cantar e louvar o amor com esta beleza de figuras entrelaçadas.
    Aplausos amigo.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia, Antônio.

    Obrigada pela atenção ao Profetizando e segue os meus aplausos para seu lindo post.
    Deus te abençoe tremendamente

    ResponderExcluir
  10. Oi, Tonico!
    Excelente participação a tua sobre O Dia Mundial da Poesia.
    Há amor verdadeiro e não verdadeiro e qdo as coisas começam a descambar, o amor é um frete. E tu sabes que sim.
    Amor à moda antiga está difícil de encontrar. O amor, agora, é desempoeirado, livre e leve. Já chegou a escravatura de outros tempos.
    Beijos e bons sonhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tal qual o ouro e a bijuteria, assim é o amor e os seus simulacros; só o genuíno tem real valor. Como o "ouro de tolo" são as emoções fugazes e enganosas.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
Postagem Anterior Próxima Postagem

Pular para comentários.


Clique na imagem acima para ler uma postagem sorteada especialmente para você.


Clique para ler: A pedra.            Poema de Antonio Pereira Apon.

Clique na imagem do escultor para ler: A pedra. Nosso poema que tem sido plagiado.




Fale conosco.


No Youtube, se ainda não se inscreveu, inscreva-se em nosso canal Apon na arte do viver., clique no sininho para escolher receber nossas notificações, ser avisado(a) dos vídeos novos. E não esqueça de dar seus likes. Conto com você! Obrigado.


Esse e muitos outros vídeos, você também encontra em nosso canal no Dailymotion.