Seja archote, a sorte


Busque, busque-se numa fagulha de esperança, chama de confiança, lume de acreditar, a sorte de descrer no azar. Não ser um caso perdido, ao acaso...


Mulher com lamparina na mão, caminhando na noite escura sob a neve que cai. #PraCegoVer #ParaTodosVerem

Se a noite do desânimo descer,
crescer a sombra da desesperança,
a ansiedade se achegar,
chegar o gelo da depressão,
a frigidez de se desencontrar.
Busque,
busque-se numa fagulha de esperança,
chama de confiança,
lume de acreditar.
Seja archote,
a sorte de descrer no azar.
Não ser um caso perdido,
folha pro vento do acaso soprar.
Sujeito e não objeto,
projeto;
se superar.
Amanhã,
a manhã,
há manhã!
Acordando luzes,
dissipando sombras,
espantando algozes;
as vozes que te tentam ensimesmar.


4 Comentários

Obrigado por sua visita. Agora que terminou a leitura, que tal deixar seu comentário na caixa de comentários abaixo? Sua interação é muito importante. Obrigado.

  1. Bom dia de paz, amigo Antônio!
    "Busque-se numa fagulha de esperança,
    chama de confiança,
    lume de acreditar."
    Em Deus, conseguimos viver mais plenos.
    Só Ele para nos dar esperança de duas melhores.
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem


Pular para comentários.



Pular para comentários.


Formulário de contato