Somos borboletas (Com vídeo) - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!


Siga-nos

Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Somos borboletas (Com vídeo)

Publicado em domingo, 1 de novembro de 2020


Borboleta abstrata fractal de luzes. #PraCegoVer

O corpo físico é o casulo onde o espírito realiza sua metamorfose e alça voo à espiritualidade.


Esse casulo, sendo matéria, é instável, provisório, passageiro. Infinito é o espírito em seu volitar evolutivo.


Assim, inexiste fim, quando entendemos que a morte é sempre o recomeço, a libertação da crisálida. A matéria retorna a matéria, enquanto a essência busca os altiplanos, levando consigo a bagagem amealhada em seu coração e sua mente.


O desencarne não é um adeus, apenas um até breve! Que são alguns anos terrestres? Senão meras gotas de tempo no mar da eternidade? Mais cedo ou mais tarde, encontros e reencontros reunirão todos os afins.


Somos todos, "borboletas" em nossos "casulos". Certamente, em alguns momentos sentiremos saudades, em outros, saudades deixaremos. Mas, voar é preciso, evoluir é preciso, como preciso é ferir a pedra, para a escultura surgir; como é preciso triturar o trigo para o pão existir. Não dê guarida à tristeza, não alimente o desespero. Em outra dimensão, alguém quer sorrir com seu sorriso, reviver em suas boas lembranças, sonhar em seus sonhos e colher as flores perfumosas de suas tranquilas orações.


Lembre-se: A vida não termina no túmulo. Somos espíritos imortais.



Postado aqui em janeiro de 2009.


Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:


14 comentários:

  1. Bom dia querido amigo,

    Um texto lindo, além de consolador. Que bem enorme faz ao leitor. Muito Obrigada.


    Beijos com carinho e ótimo dia.

    ResponderExcluir
  2. Meu tão querido amigo Antonio, amei seu texto...a mais pura pura verdade, creio exatamente nisso. Façamos o nosso melhor aqui, para um dia seguirmos livres e felizes pela eternidade.
    Tenha um feliz dia...beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  3. Olá Valéria!

    A "morte" é o despir-se do corpo e vestir-se de infinito, voar para além dos horizontes.

    Feliz dia para você também.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  4. O que comentar deste poster?!!
    Ele é perfeito...acredito em cada palavra!!!

    Lindo,lindo...!!!Parabéns!
    Paz e Luz!!

    ResponderExcluir
  5. A vida é um sopro, realmente, mas não termina aqui. Isso não nos dá o direito de passar por ela sem consciência e sem observância de valores. Temos todos missões que precisam ser cumpridas, antes de alçarmos esse voo definitivo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Olá Antonio!
    Que belo texto, sábias e verdadeiras palavras!
    Obrigada pela visita e por seguir meu blog.
    Seja bem vindo sempre.
    Parabéns pelo seu espaço, lindo!
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  7. Olá António,

    Bonita figura de estilo!
    Texto de uma beleza espiritual, doce e serena.
    Somos borboletas. Que metáfora linda!
    Mas temos uma alma, que pulsa, que ama, que chora, mas que é eterna.
    Bom feriado.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  8. Olá Amigo Antonio, passando por aqui. Belo texto e imagem! Perfeita reflexção. Nos leva a alçar voo Além para o infinito! Desculpe a falta! Estou tentando colocar as visitas em dia. Muito bom estar aqui... Grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. Nossa,belo texto,eu acho mesmo é que morrer parece distante pra alguns e que só percebem a morte quando perdem um ente querido,mas na verdade a gente nasce e morre todo dia de maneira diferente e incontrolável,e isso é bom sentir porque a cada dia tudo pode se transformar,renovar,só o que não se vai é a nossa essência.
    Abraço e uma boa quinta-feira pra vc!=)

    ResponderExcluir
  10. Olá, te vi lá no meu blog e vim aqui te conhecer.....
    Poesia é sempre um alimento pra alma... essencial.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Mas, voar é preciso, evoluir é preciso, como preciso é ferir a pedra, para a escultura surgir; como é preciso triturar o trigo para o pão existir.

    Boa noite de domingo, amigo Antônio!
    Saudade sim, tristeza não!.
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir

  12. Estimado António.
    Gostei muito da sua dissertação e da respetiva elação ética.
    O vídeo está muito belo e bem conseguido.
    Parabéns, amigo
    Saúde e dias bons. Abraço.
    ~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seguimos buscando uma maior qualidade a cada postagem, aprimorar todos os detalhes para lhes levar o melhor. Obrigado por suas relevantes interações.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DO VIVER 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



|Siga-nos|Livros|Clima e cotações|Faça uma doação|



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.





Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM