Escolha. Seja feliz ou, seja feliz! - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Escolha. Seja feliz ou, seja feliz!

Publicado em domingo, 16 de junho de 2019



... Ela não é do mundo exterior, precisa ser edificada em nosso mundo interior. Carecemos de real vontade e coragem, para trafegar na contramão do ego, rumo ao self; desprojetando, desterceirizando, descoisificando; redundantemente, desiludindo...


Antonio Pereira Apon.


Campo de lírios - Field of Lilies - Tiffany Studios, c. 1910.


Inútil e insensatamente, tentamos datar e agendar, quantificar, mensurar, definir, catalogar, customizar, condicionar e acondicionar a felicidade. Como se possível fosse, a coisificação do que é imaterial, essência que habita a dimensão do espírito, um atributo da alma. Equivocadamente, projetamos nas coisas, situações e pessoas a busca da felicidade. Assim, desencontrados, desencontramos essa grande e idealizada desconhecida.


O que é mesmo felicidade? É ter dinheiro? Um amor? Poder? Vitórias? Saúde? Títulos? Prosperidade? Religião? Então, porque tem gente que tem tudo isso, mesmo algum supérfluo à mais e ainda assim, não é feliz? Por outro lado, tem gente que “nãotem nada, “perde tudo” e não sucumbe, não se entrega à “infelicidade”. Onde a explicação para tal dilema? Transpondo à letra que mata e buscando o espírito que vivifica, como bem preceituou Paulo de Tarso. Na mensagem implícita em Eclesiastes 6, de que a felicidade não é desse mundo. Será de outro planeta? De outras vidas? Do Céu? Ela não é do mundo exterior, precisa ser edificada em nosso mundo interior. Carecemos de real vontade e coragem, para trafegar na contramão do ego, rumo ao self; desprojetando, desterceirizando, descoisificando; redundantemente, desiludindo as ilusões.


A felicidade começa na harmonização do indivíduo consigo mesmo, superando e superando-se através do autoconhecimento. A felicidade não se subordina aos eventos externos. Ela, como o sol, não deixa de brilhar porque cai uma incremente tempestade ou por que é noite aonde estamos. Simplesmente, brilha! Porque tudo passa. Assim como só há frio na ausência do calor e escuridão, na não presença da luz; a tristeza é a falta momentânea da felicidade no firmamento interior. Portanto, faça brilhar a sua luz!


Muitos, confundem felicidade com a risadaria ruidosa dos entorpecidos por quimeras, as gargalhadas espalhafatosas dos ébrios de artifícios, os narcóticos dos prazeres fúteis, o vício das glórias fugazes, fantasias que se dissipam como névoa, vazios preenchendo vazios… Hienas que imaginam sorrir.


Se o desânimo resolver, se a reclamação der jeito, se o desespero ajudar, se a desesperança compensar, se a raiva adiantar de alguma coisa, se a lamúria acudir, se a autopiedade salvar, se a revolta for útil… Senão, escolha. Seja feliz ou, seja feliz!


Por fim, seja qualfor a sua fé, acredite ou não. No seu íntimo, reside uma força que está manifesta desde a dupla hélice do DNA aos orbes que flutuam no espaço, do micro infinitamente pequeno ao macro do universo que se expande ao incomensurável infinito, das inéditas alvoradas aos renovadores crepúsculos, das pétalas das flores às estrelas das constelações e galáxias, das gotas minúsculas aos grandes mares, do ínfimo grão à mais exuberante cordilheira; força que se agita nas partículas do átomo, em cada componente das células e se faz representar em cada ser humano, desperto, disposto a ser verdadeiramente feliz.


“Olhai os lírios do campo: eles não fiam nem tecem, contudo vos digo que nem Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles. Se Deus, pois, assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé? Assim não andeis ansiosos”.


Seja feliz!




6 comentários:

  1. Boa noite de Domingo, amigo Antonio!
    Sobre o riso sonso e falso das raposas... É uma lástima que se pense ser feliz quem ri como elas...
    Gostei muito de todo conteúdo.
    Mas o fechamento do post com a passagem escolhida é fantástico. Amo esta passagem bíblica e ela me faz sorrir diferentemente das hienas...
    Tenha dias abencoados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felicidade é a inconfundível essência que não se permite enodoar pela ilusão. Infeliz é quem fantasia a felicidade.

      Considero esse, o trecho mais poético do evangelho. Muito lindo e reflexivo.

      Um abraço. Tudo de bom. Abençoada semana.
      💙 Ela e a rosa.

      Excluir
  2. Bom dia. O texto é fabuloso se se ler. Parabéns:))

    Hoje:- Quando a minha alma naufragar...

    Bjos
    Votos de uma óptima Segunda - Feira.

    ResponderExcluir
  3. Bpom dia querido amigo Antonio,

    Que rico e edificante e cheio de veerdades seu texto, tem gente que joga dindin no ralo mas nuca desfutou da felicidade.
    Penso que felicidade e fazer o bem e agrradar a Deus com as boas ações, estender a mão ao necessitado, enfim, usar e abusar da virtude da bondade e depois, uma profunda reflexão com uma viagem ao seu interior e sentir-se feliz com sua própria realidade, ninguém pode ser feliz pensando no conforto do outro.Abominar o egoísmo é uma ótima pedida, eu me sinto feliz qdo posso ajudar a alguem. É isso amigo

    Tenha um excelene dia!

    Bjs no coração e na palma da mão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felicidade é o estado natural das almas conscientes de si e do seu papel na construção do bem geral.

      Um abraço. Tudo de bom.
      💙 Kirimurê de todos os santos, grande mar interior.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..




Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM