Contemporize. Coloque a maçã na gaveta - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Siga-nos

Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Contemporize. Coloque a maçã na gaveta

Publicado em quinta-feira, 24 de outubro de 2019



… Diante de pessoas problemáticas ou emocionalmente infantilizadas, preciso é estar atento para não fornecer o tal “pomo da discórdia”, não cair em arapucas comportamentais. Lembrar de colocar a maçã na gaveta, denota inteligência emocional e presença de espírito. Previne contra a insensatez de pelejas malsãs.




#PraCegoVer: Uma suculenta maçã.

O fim de Troia teve início no casório olimpiano de Peleu e Tétis. Despeitada por não ter sido convidada, Éris, a deusa da discórdia, decidiu estragar a festa com um presentinho anônimo para os olímpicos. Uma formosa maçã de ouro, com a singela gravação: "Para a mais bela".

Hera, Afrodite e Atena, Poderosíssimas, logo entraram na disputa, gerando um quiproquó dos deuses. Como nenhum dos poderosos quis botar a mão nessa cumbuca, Zeus, resolveu jogar o abacaxi para outro descascar; sobrou para Páris, mortal, filho do rei Príamo, de Troia. O moço inocente, não sabia de nada! Pastoreava feliz, vivendo com a fabulosa ninfa, Enone. Dias antes do nascimento dele, sua mãe, sonhou que paria serpentes de fogo que se enrolavam entre si. Consultados, os adivinhos previram que aquela criança destruiria Troia.

A vida campestre seguia bucólica, até surgirem para o rapaz as divinas candidatas à mais bela das belas: Atena foi logo oferecendo a glória vitoriosa de uma histórica guerra; Hera apelou, ofertando-lhe o reinado absoluto sobre toda a Europa e Ásia; enquanto Afrodite, acenou-lhe com o amor da mais bela mulher do mundo.

Fascinado, Páris deu o título para Afrodite. Em troca, a deusa realizou o desejo do jovem; a mais bela mulher do mundo, era Helena de Esparta, esposa do rei Menelau. Assim, ajudado por Afrodite, o casal escafedeu-se para Troia. Ao marido traído, restou apelar ao irmão, o rei Agamenon, que arregimentou os gregos contra os troianos e deu no que deu. Com o afamado cavalo de madeira, verdadeiro “presente de grego”, Troia danou-se. Cumpriu-se a profecia.

Daí, a célebre maçã ficou conhecida como “pomo da discórdia”, simbolizando qualquer coisa que faça as pessoas brigarem.
Mas, quero lhes contar é de uma maçã menos glamourosa, prosaica situação que nos remete a um antigo ditado: “Quando um não quer, dois não brigam”:

Jonas, um aficionado estudioso das ciências da alma e do comportamento humano, trabalhava numa repartição pública, entre seus colegas, estava Alfredo que tinha verdadeira compulsão por arrumação e forte propensão para criar caso por tudo e qualquer coisa, vivia catando com quem brigar...

Dia desses, Jonas levou uma maçã para o trabalho e a colocou num compartimento da porta da geladeira, percebendo isso, seu transtornado e obsessivo colega, nada disse, deu um muxoxo,pegou o fruto e colocou na gaveta destinada às frutas e verduras. No dia seguinte, outra maçã e mais uma vez a porta como destino. Pronto, Alfredo incorporou todos os gregos e troianos, rodou a baiana e todos os gentílicos, fez um fuzuê, um pega pra capar dos infernos...

Pois é… Diante de pessoas problemáticas ou emocionalmente infantilizadas, preciso é estar atento para não fornecer o tal “pomo da discórdia”, não cair em arapucas comportamentais. Lembrar de colocar a maçã na gaveta, denota inteligência emocional e presença de espírito. Previne contra a insensatez de pelejas malsãs.

#PraCegoVer: Uma suculenta maçã.

20 comentários:

  1. Parabéns pela brilhante postagem/texto!


    Beijo. Boa tarde!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado a você, pelo gentil comentário. A vida é feita de aprendizados, de compreensão.

      Te convido: 😎 Leia uma postagem sorteada para você.
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  2. Boa tarde:- Uma postagem longa, histórica, muito doce de ler
    .
    …… Conheça-me aqui …….
    .
    ^^^ Pensamentos e Devaneios Poéticos ^^^
    .
    Deixando cumprimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passado e presente se encontram nas lições atemporais da vida, vamos aprendendo e escrevendo por aqui. Grato pela visita e comentário.

      Te convido para ler: 😎 A luz que nos conduz.
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  3. Boa noite de paz, amigo Antonio!
    Gostei muito e só assim 'vencemos', no escondimento do nosso silêncio e na proteção do nosso eu que merece respeito.
    Muita sensatez encontro aqui e gosto de quem escreve de forma tão clara coisas primordiais do nosso viver e relacionar-se.
    Mais, muito mais do que ter razão eu também quero ser feliz... (e fazer).
    Parabéns!
    Tenha dias felizes!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ter razão, passa a ser secundário, quando aprendemos a compreender a vida, as relações e a grande arte da felicidade.

      Te convido: 😎 Leia uma postagem sorteada para você.
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  4. Um post contendo informações reflexivas, nem sempre a razão pode ser prevalecida, é preciso mesmo de sensatez. Parabéns pelo brilhantismo.

    Amigo Antonio, desculpe a demora em vir ao seu espaço, meu NB está quase parando.

    Tarde de graça e paz.

    Saudações.

    ResponderExcluir
  5. DEUS TE ABENÇOE. Alguns alemães passaram junto a um grupo de brasileiros e na linguagem musical do tá-tá-tá cantarolaram a seguinte música: Ta-tá tatatatá tatá tatáa-tata, taatá tatá tatá, tatááá-ta tata. Saí de perto. Se cantarolar, descobre a música. Em total concordância,um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  6. Concordo em absoluto com a sua dissertação.
    No entanto, os atritos são inevitáveis porque somos todos humanos educados em princípios e valores muito diferenciados. Pessoas maduras, por vezes com imenso desgosto, são obrigadas a defender posições difíceis e impopulares...
    Pessoas maduras não condenam e levam à fogueira sem causas provadas.
    Ótimo domingo, António.
    ~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certo é, que aqui ou ali, algum atrito seraá inevitável. Contudo, na medida do possível, não sejamos nós a causa.

      Te convido: 😎 Leia uma postagem sorteada para você.
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  7. Interesante, para reflexionar. Un placer leerte. Saludos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Refletir para melhor entendermos a nós mesmos e aos outros. Eis o grande convite.

      Te convido para ler: 😎 Demônios à solta: ignorância, preconceito, fanatismo…
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  8. Por vezes é melhor calar. Não atritar.
    É sábio "dançar conforme a música"
    Muito reflexivo o texto.
    Gostei de ler.
    Um grande abraço.
    Verena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para que, perder energia e tempo em brigas vazias e inúteis? Inteligência emocional resolve isso.

      Te convido para ler: 😎 Demônios à solta: ignorância, preconceito, fanatismo…
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  9. Gostei muito de ler sobre isso, em nossa vida cruzam aquelas pessoas que adoram formar um bom barraco, precisam de atritos e só infernizam a vida dos outros. Não cair 'nessa' é a grande jogada, porém precisamos conhecer bem as pessoas que nos cercam. Parabéns por essa postagem! Estou preparando uma crônica que se chamará 'Indiferença' - para mais tarde.
    Uma ótima semana pra você, Antonio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos conhecermos e buscar conhecer o outro, eis um bom exercício para não cair em ciladas e brigas descabidas.

      Te convido para ler: 😎 Demônios à solta: ignorância, preconceito, fanatismo…
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  10. Apon, posso te chamar assim? És um encantador escritor e poeta, e...como não poderia deixar de ser astuto e provocador, assim "sacode" e estimula reações, rsrsrs, enfim nos conduz a refletir se sabemos quando convém não "pisar em campo minado" , amei!

    ResponderExcluir
  11. Poxa! Eu sou tudo isso? Rs rs rs... Obrigado por sua gentileza e, pode sim, me chamar de Apon.

    Te convido para ler: 😎 Devaneio de poeta, desvaneio de alguém.
    Um abraço. Tudo de bom.

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



|Siga-nos|Livros|Clima e cotações|Faça uma doação|



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.





Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM