Muita falação, pouca cerebração - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Muita falação, pouca cerebração

Publicado em terça-feira, 19 de novembro de 2019



"... é muito fácil saber se uma carroça está vazia por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho que ela faz... ... uma pessoa falando demais, inoportuna, se intrometendo nas conversas dos outros..."




#PraCegoVer: A Carroça de Feno, pintura de John Constable.

Não, não estou falando daquelas pessoas com propensão natural para falar, que, como diz o povo: fala pelos cotovelos, ou exumando o antiquíssimo: parece que engoliu agulha de vitrola, digamos; uma “tagarelice do bem”. Quero tratar aqui é dessa gente boquirrota e verborreica, que, tendo pouco ou nada de útil para falar, numa absoluta falta de noção, não exita em abrir a boca para despejar um mundaréu de asneiras, caminhões de sandices e bobagens; pessoas que dizem e precisam se desdizer a todo instante; aquele sujeito língua solta, falastrão, bravateiro, barulheiro, bulhento; cheio de material falante e vazio de matéria pensante. Carroça vazia, como nos conta Esopo nessa fábula:

Num certo dia, um pai convidou o filho para irem de Maratona a Atenas a pé. O filho aceitou com entusiasmo, e disse: _que bom! Meu querido pai, quem sabe se não vejo os ilustres sábios a discursarem na ágora de Atenas. E foram caminhando, depois de um certo tempo, pararam para descansar debaixo de frondosas árvores a beira de um riacho. Se fartaram de beber água e descançaram sob as sombras ouvindo as melodias dos pássaros. Nesse ínterim, também se ouvia um barulho. O menino apurou os ouvidos e disse: _esse barulho deve ser de uma carroça.
_Isso mesmo, disse o pai do menino. É uma carroça vazia...
O filho perguntou ao pai:
_Papai, como o senhor pode saber se a carroça está vazia se ainda não a vimos?
Então disse o pai:
_Ora, é muito fácil saber se uma carroça está vazia por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho que ela faz.
O menino virou adulto, e quando ele via uma pessoa falando demais, inoportuna, se intrometendo nas conversas dos outros, tinha a impressão de ouvir a voz do pai dizendo:
"Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho."


Bem assim. É bom ficar muito atento com esse povo conversador demais, barulhento e inconveniente, que costuma camuflar o seu vazio com as palavras ocas de sua falação vã. Deviam aprender com uns ditados, esses sim, dizem muito e bem sobre palavras:

"As ações são mais sinceras que as palavras"

"A palavra é de prata. O silêncio é de ouro"

"Jogador não tem palavra"

"A palavras loucas, orelhas moucas"

"As palavras são como as cerejas: vão umas atrás das outras"

"Palavras sem obras, são tiros sem bala"

"Boas palavras e maus feitos, enganam sisudos e néscios"

"Da palavra que soltas, és tu escravo; a que reténs, é escrava tua"

"Palavra fora da boca, é pedra fora da mão"

"A verdade contenta-se com poucas palavras"

"A palavra é tempo; o silêncio, eternidade"

"As palavras mostram o que cada um é "

"Bonitas palavras não engordam gatos "

"Palavras sem obras não merecem fé"

"As palavras más corrompem os costumes bons"

"Palavras sem obras, viola sem cordas"

"Palavra de burro é coice"

"De doido, pedrada ou má palavra"

"Palavras e plumas, leva-as o vento"

"Uma vez solta uma palavra, já não pode alcançá-la nem um cavalo a galope. Cuidado, portanto, com o que se diz"

"A palavra que reténs entre os lábios, é tua escrava; a que soltas irrefletidamente é teu senhor"

“Para bom entendedor, meia palavra basta"

"A causa ruim, palavras, falar sem fim"

"A grandes personagens, palavras poucas"


Ufa! Acho que já falei demais. É hora de recolher as palavras. E para quem gosta de falar a mais da conta, um derradeiro dito: "Caveira, quem te matou? Foi a língua meu senhor!"

16 comentários:

  1. Quantas verdades,Antonio! E há mesmo aqueles que falam,falam, falam pra aos outros iludir ou enrolar...rs Prefiro quem mais saiba ouvir e saiba AGIR! abraços,chica

    ResponderExcluir
  2. Já estive próxima de muitas carroças vazias! E o pior de tudo é que não se dão conta da situação em que vivem! Acho que isso me deixa sem saber o que pensar às vezes! Curti demais a reflexão meu querido!

    Um abraço!
    Boa semana pra ti!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos cercados por essas "carroças vazias", barulhentas e incomodativas. Quando uma dessas assume uma posição de destaque, aí é que a coisa fica feia mesmo.

      Te convido para ler: 😎 Cada um é livre para acreditar. Inclusive no inacreditável.
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  3. Um texto muito bom para ler e pensar:))
    Hoje : O Meu horizonte adormecido.

    Bjos
    Votos de um óptimo Domingo

    ResponderExcluir
  4. Muito bem! Gostei muito da citação final! Lool
    Beijos. Boa noite!

    ResponderExcluir
  5. Em consonância com a frase que escrevi. Tudo na dose certa; uma pessoa até pode ter o dom da palavra mas se o discurso é infindável, chega a determinada altura, poucos ainda conseguem acompanhar o raciocínio . Apreciei muito o sentido da frase! Nunca me tinha ocorrido tal coisa...
    Abraço e sempre bem inspirado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mesmo a "tagarelice do bem", pede parcimônia, exige discernimento. Já as "carroças vazias", calar e calar.

      Te convido para ler: 😎 Cada um é livre para acreditar. Inclusive no inacreditável.
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  6. Meu Amigo.
    As suas palavras, sempre pertinentes, são um manancial de sagesa...
    Concordo plenamente consigo.
    Abraço sincero.
    ~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A real sabedoria, está em pensar, refletir, elaborar... Antes de falar e ao falar, ser criterioso, ter discernimento, respeitar o tempo, a inteligência, tolerância e ouvidos alheios.

      Te convido para ler: 😎 A traça e o traço.
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  7. Mas pela palavra bendita, bíblica, somos salvos. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  8. Olá Antonio, que belo texto, só disse verdades!!
    Eu não tenho o dom da palavra falada, sou mais ouvinte e prefiro me abster da fala para me manifestar na escrita...
    Também fico aborrecida com os falantes egoístas que não sabem dosar as palavras!!
    Excelente reflexão!!
    Tenha um restante de semana maravilhoso!! :))))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos apenas uma boca e dois ouvidos, sinal de que precisamos ouvir mais do que falar.

      Demorei em responder porque fiquei quase quatro dias sem internet.

      Te convido para ler: 😎 Fina matéria, a vida, perfume do viver.
      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..




Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM