Assim caminha


Projetou veredas, atalhos, trilhas. até tropeçou entre flores e espinhos. Como no poema, A pedra; homem, mulher fazendo sua diferença, ressignificando a indiferença.


A imagem mostra um caminho arborizado com cerejeiras em flor, criando um túnel natural de flores brancas e rosadas. No centro do caminho, há duas pessoas caminhando lado a lado. À esquerda, há um banco de madeira. A luz do sol está suave, sugerindo que a foto foi tirada durante o início da manhã ou no final da tarde. As árvores estão alinhadas em ambos os lados do caminho, e suas flores criam uma atmosfera serena e bonita. #PraCegoVer #ParaTodosVerem

Lutou suas lutas e outras lutas lutou;
viveu, plantou, colheu…
Projetou veredas,
arriscou atalhos,
improvisou trilhas.
Muitas vezes tropicou,
nalgumas caiu;
mas sempre se reergueu.
Auroras contemplou,
crepúsculos entendeu,
luares compreendeu.
Entre flores e espinhos,
com as pedras do caminho;
como no poema, A pedra:
Tropeçou, arremeteu, construiu;
descansou, brincou, poetizou e até matou,
esculpiu!
Foi o homem, a mulher fazendo sua diferença,
ressignificando a indiferença das pedras.
Até aqui;
assim caminha nossa humana idade.


A imagem contém um poema intitulado A pedra de Antonio Pereira Apon. O fundo da imagem é composto por um padrão de quadrados vermelhos com um efeito de luz. O texto do poema é o seguinte: A pedra O distraído, nela tropeçou, o bruto a usou como projétil, o empreendedor, usando-a construiu, o camponês, cansado da lida, dela fez assento. Para os meninos foi brinquedo, Drummond a poetizou, Davi matou Golias... Por fim; o artista concebeu a mais bela escultura. Em todos os casos, a diferença não era a pedra Mas o homem. Autor: Antonio Pereira Apon Link oficial: http://www.aponarte.com.br/2007/08/pedra.html Fan Page: http://www.facebook.com/apedraoficial #PraCegoVer #ParaTodosVerem

4 Comentários

Obrigado por sua visita. Agora que terminou a leitura, que tal deixar seu comentário na caixa de comentários abaixo? Sua interação é muito importante. Obrigado.

  1. Assim vai a humanidade... evoluindo a passo de caracol...
    Úns vão melhor do que outros...
    Abraço , Poeta amigo.
    Majo Dutra

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo Antônio! Vim agradecer sua visita e comentário no meu blog. Parabéns pelas postagens belas. Estou tão atrasada que quase não consegui chegar aqui. Enfim , matei saudade das suas postagens, parabéns! Abraços.

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem


Pular para comentários.



Pular para comentários.


Formulário de contato