Minério, represa… Resolver? Não convêm!              

em segunda-feira, 28 de janeiro de 2019



... Desmoronar da sorte, ganância em lama, rejeitos de usura, escoando em morte, comódite. Matando o rio, todo o ambiente, matando bicho, matando gente! Mas, que importa...


Antonio Pereira Apon.


Rio São Francisco, pintura de Frans Post.


Mais uma vez,

de novo,

novamente,

outra vez...

Sua excelência, o lucro;

devastador,

devasta a dor.

Desmoronar da sorte,

ganância em lama,

rejeitos de usura, escoando em morte,

comódite.

Matando o rio, todo o ambiente,

matando bicho,

matando gente!

Mas, que importa para quem desnaturou?!

Para quem “molhou a mão”?!

Para quem “fez vistas grossas”?!

Para quem corrompeu?!

Para quem prevaricou?!

indiferente e despresante,

quem é cru e tão cruel;

desumano, inumano,

desamorado, ruim, desalmado,

descaridoso e descaroável;

algoz, bárbaro e implacável,

desapiedado empedernido,

fero, feroz, ferino.

Impiedoso, perverso e pétreo

sanguinário e truculento o verdugo,

atroz, subumano,

bruto;

dinheiro a qualquer custo!

A sociedade que pague a conta!

O país que banque a afronta!

Triste terra de ninguém!

No poder;

seus padrastos, suas madrastas,

enxergam tudo e nada veem.

Resolver?!

Não convêm!




5 comentários:

  1. Olá, Tonico!

    Um poema k li de uma assentada e com mto gosto. Meteste a "mão na massa", na "ferida" mesmo, mas resolver, não é conveniente, como tu escreveste, pke há alguns lucrando com essas desgraças, mas olha que eu não entendo k lucro pode vir dessas catástrofes. Me explica, por favor!

    Mariana já esqueceu, Brumadinho vai esquecer e mais irão acontecer, espero k esteja enganada.

    Rio S. Francisco para que serve? Peixinhos podem ir para outro lugar-rs e no rio a gente bota móvel velho, lixo de toda a espécie e "viva" a diversidade. Que falta de cidadania!

    Segundo li parece k há mais 40 ou 50 barragens em perigo de rompimento no Brasil. O governo de Bolsonaro está governando ou dormindo? Então, ele está desconfiando do vice? Li isso, hoje.

    Bisous.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O lucro está em usar uma técnica de represamento ultrapassada e criminosa, que custa menos e aumenta a rentabilidade das mineradoras. O lucro está no bolso de quem não fiscaliza, de quem faz de conta que nada sabe. Que importam algumas dezenas ou mesmo centenas de vidas humanas? Animais? Meio ambiente? Bobagens! depois da tragédia a empresa entra na justiça para não pagar as multas e vai "empurrando com a barriga" como foi feito em Mariana, será feito agora e depois...

      https://www.youtube.com/watch?v=6WiKImHPaWE

      Isso aqui é mesmo um país de filhos de quenga com pai corno.

      Esse governo é mais do mesmo, bazófia pura. "Ouro de tolo" para ludibriar otário. Só ele não sabia da arapuca que estava armando para si mesmo. Faça-me rir.

      Inté!

      Excluir
    2. Entendi, Tonico! obrigada!

      Infelizmente, o Brasil tem gente invulgar -rs!

      As imagens até doem! Que o Universo componha!

      Beijos e bom final de semana.

      Excluir
    3. Triste Brasil com tão maus brasileiros...

      Inté! Tudo de bom.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.






Fale conosco:




Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!



Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...


Topo